sábado, 20 de julho de 2019

Centro de Pesquisas Folclóricas Piá do Sul realiza curso com Giovani Pasini



CURSO DE RELAÇÕES INTERPESSOAIS
E EDUCAÇÃO INTERCULTURAL - Santa Maria RS

O Centro de Pesquisas Folclóricas PIÁ DO SUL está organizando um Curso de Relações Interpessoais e de Educação Intercultural, nos dias 20 a 23 de agosto de 2019, na sua sede, de 19 às 21 hs. Iniciativa do CPF Piá do Sul, com o objetivo de promover o desenvolvimento da cultura.
- Investimento: R$ 80,00
- Certificação: 25 horas
- Reserva de vagas: contatolabirintos@gmail.com
- Curso ministrado pelo Professor Doutor  Giovani Delevati Pasini
- Mais informações sobre o curso:
https://drive.google.com/open?id=17fpZVjD3zAWwNtW6cwV_sBBjy-pT-aq_

quinta-feira, 4 de julho de 2019

Giovani Pasini ministra Curso de Criação em Arte Poética






Certificação


O Projeto Labirintos realizou o Curso de Criação em Arte Poética, na cidade de Santa Maria, RS, ocorrido em Maio e Junho de 2019. A atividade teve o apoio da CAPOSM e da Associação Italiana de Santa Maria (AISM). Excelente participação!

Medalha do Pacificador - Honraria recebida




Tive a honra de ser agraciado com a MEDALHA DO PACIFICADOR, concedida pelo senhor Comandante do Exército (2018) e entregue na data de hoje pelo Comandante do Colégio Militar de Santa Maria.
A referida medalha é uma das mais altas condecorações dessa instituição perene, tão respeitada pela população brasileira, o Exército Brasileiro (onde sirvo 27 anos). 
Assim está nos requisitos para a concessão:

“A Medalha do Pacificador será concedida pelo Comandante do Exército 
1- Aos militares do Exército que, em tempo de paz, no exercício de suas funções ou no cumprimento de missões de caráter militar, tenham se distinguido por suas atitudes, dedicação, abnegação e capacidade profissional;
2- Aos militares do Exército que tenham contribuído para elevar o prestígio do Exército brasileiro junto às Forças Armadas de nações amigas, bem como para desenvolver, com elas, vínculos de amizade e cooperação;
3- Aos militares da Marinha, da Aeronáutica e aos membros de Forças Auxiliares que, pelos serviços prestados, se tenham tornado credores de homenagem especial do Exército;
4- Aos militares e civis estrangeiros que tenham prestado assinalados serviços ao Exército ou contribuído para a consolidação e o desenvolvimento das relações e dos vínculos de amizade entre os Exércitos de seus países e o do Brasil;
5- Aos cidadãos nacionais que hajam prestado relevantes serviços ao Exército; e
6- Às organizações militares e instituições civis, nacionais ou estrangeiras, que se tenham tornado credoras de homenagem especial do Exército.”

sábado, 21 de julho de 2018

Medalha do Pacificador!

Tive a honra de ser agraciado, no último dia 18 de julho de 2018, com a MEDALHA DO PACIFICADOR, concedida pelo senhor Comandante do Exército.
A referida medalha é uma das mais altas condecorações dessa instituição perene, tão respeitada pela população brasileira, o Exército Brasileiro (onde sirvo por quase 27 anos). A referida medalha deverá ser entregue no Dia do Soldado, em 25 de agosto.

Assim está nos requisitos para a concessão:
“A Medalha do Pacificador será concedida pelo Comandante do Exército 
1- Aos militares do Exército que, em tempo de paz, no exercício de suas funções ou no cumprimento de missões de caráter militar, tenham se distinguido por suas atitudes, dedicação, abnegação e capacidade profissional;
2- Aos militares do Exército que tenham contribuído para elevar o prestígio do Exército brasileiro junto às Forças Armadas de nações amigas, bem como para desenvolver, com elas, vínculos de amizade e cooperação;
3- Aos militares da Marinha, da Aeronáutica e aos membros de Forças Auxiliares que, pelos serviços prestados, se tenham tornado credores de homenagem especial do Exército;
4- Aos militares e civis estrangeiros que tenham prestado assinalados serviços ao Exército ou contribuído para a consolidação e o desenvolvimento das relações e dos vínculos de amizade entre os Exércitos de seus países e o do Brasil;
5- Aos cidadãos nacionais que hajam prestado relevantes serviços ao Exército; e
6- Às organizações militares e instituições civis, nacionais ou estrangeiras, que se tenham tornado credoras de homenagem especial do Exército.”

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Palestras! Participe!

10 de julho de 2018 - TERÇA: SANTA MARIA - RS

VEJA MAIS: https://www.facebook.com/events/1994273427555232/

11 de julho de 2018 - QUARTA: SANTIAGO - RS



12 de julho de 2018 - QUINTA: CACEQUI - RS

13 de julho de 2018 - SEXTA: ROSÁRIO DO SUL - RS


16 de julho de 2018 - SEGUNDA: CRUZ ALTA - RS



17 de julho de 2018 - TERÇA: SÃO SEPÉ - RS


18 de julho de 2018 - QUARTA: 
SANTO ANTÔNIO DAS MISSÕES - RS



MÊS DE AGOSTO - 2018

2 de agosto de 2018 - QUINTA: ITAQUI - RS

Lista de pré candidatos militares das Forças Armadas (Ten Cel PASINI)







sábado, 16 de junho de 2018

Artigo Jornal Expresso Ilustrado, 15 de junho de 2018 - Caminhoneiros e Panelas


Caminhoneiros e panelas

A greve dos caminhoneiros fez o Brasil parar. Enquanto se dizia que era um protesto de motoristas, a imprensa estava favorável. Depois, quando surgiu o comentário do apoio de empresários, tudo mudou. (Rumores de que se tratava de um locaute). Na realidade, por 10 dias tudo parou, menos a ideologia. A televisão passou a atacar o movimento, pois já não era uma atividade de populares, mas de burgueses maus. Sinceramente, isso não interessa em nada. Os caminhoneiros e os empresários só fazem é expressar um desagrado popular, do povo, que não é composto de classe única. O povo é o povo, morando em favela ou não; nisso Marx é o ópio do novo. O que devemos perceber é que a insatisfação dos brasileiros vem crescendo feito bactérias, dia a dia, numa contaminação que ameaça a saúde da própria democracia. Radicalismo. Falo do espectro negro que recai sobre a classe política, tão necessária a qualquer nação. Sim, os políticos são essenciais.

A sua raiva, leitor, pode estar alocada sobre uma determinada figura pública, um governante, mas ela explode devido a centenas ou milhares de crápulas que representam o que nós mesmo somos: um Brasil que não respeita a autoridade, que cultua a violência e que está habituado à impunidade. Os caminhoneiros e os empresários estão certos e errados. Corretos, pois o ódio no peito e os impostos excessivos nos fazem parar. Equivocados, contudo, pois no meio deles e de nós, dentro da notícia, nas entrelinhas de acordos e reivindicações, com certeza existem os interesseiros casuísticos que perpetuarão a pátria carcomida por uma ferrugem originária num péssimo hábito, o do “jeitinho brasileiro”. Uma panela que deveria ser batida na nossa própria cabeça. 

sábado, 9 de junho de 2018

Aprender!


Palestra em CRUZ ALTA - RS



Atenção CRUZ ALTA, RS - palestra "A Segurança Pública e a Educação: problemas e soluções para o Rio Grande". 

Dia 16 de julho, segunda, 19h, no Clube Internacional de Cruz Alta (salão térreo).

Apoio e divulgação: Academia Internacional de Artes, Letras e Ciências (ALPAS XXI). 

Reserve por whatsapp (91) 991996777 ou por e-mail: professorpasini@gmail.com - Certificado digital gratuito de 5h!

Veja mais e reserve sua vaga na fanpage: 
https://www.facebook.com/events/2102000990082682/

sábado, 2 de junho de 2018

Palestra em Santiago: educação e segurança pública - 16 de julho de 2018



Atenção SANTIAGO, RS - palestra "A Segurança Pública e a Educação: problemas e soluções para o Rio Grande". 

Dia 11 de julho, quarta, 19h, no auditório do Centro Empresarial. Inscrições limitadas e gratuitas. 

Apoio e divulgação: Casa do Poeta de Santiago, Academia Santiaguense de Letras e Associação dos Oficiais da Reserva da Guarnição de Santiago. 

Reserve por whatsapp (91) 991996777 ou por e-mail: professorpasini@gmail.com - Certificado digital gratuito de 5h!

Veja mais e reserve sua vaga na fanpage: 



domingo, 27 de maio de 2018

Por quê assumir novos desafios?


Por quê assumir novos desafios?

Em 1998, na foto, aos 23 anos, eu era promovido a 2º Tenente do Exército. Na época, eu servia no 19º Grupo de Artilharia de Campanha, em Santiago, RS. Quem colocou a nova divisa foi o Tenente Coronel José Eugênio Kopp Jantsch, então Comandante do Grupo.
Cerca de 20 anos se passaram... Hoje eu sou Tenente Coronel do Exército e estou assumindo um desafio muito maior do que eu possa abraçar. Tenho a coragem caudilha correndo no sangue.

Por quê eu faço isso?
Amor pela minha terra e pelo meu Brasil. Amor pela educação, pela cultura e, principalmente, pela vida. Quero tentar fazer alguma diferença!

Acho que o que está aí tem que mudar!

Espero ter a confiança de meu povo. 
A única coisa que prometo é trabalho e honra. Estou disposto a entrar e sair com a honestidade do caráter.

Conto com o seu apoio, caro leitor!
Mais do que o seu apoio, preciso do seu empenho. De seu envolvimento para podermos trabalhar nas causas expostas em:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...