sábado, 15 de abril de 2017

Artigo do Jornal Expresso Ilustrado - 14 de abril de 2017: Trem-Bala


Trem-bala

A morte chega sorrateira em nossa vida. Leva o pai, depois a mãe. Surge de susto, enquanto estamos absortos na intensidade da vida. Para morrer, basta estarmos vivos, diz o ditado popular. Mas a ida... A partida sem uma boa despedida torna tudo tão mais difícil! Semana passada minha mãe faleceu. Foi embora e como num passe de mágica “caiu num porta retrato”. Um dia antes, lembro, conversávamos por chamada de vídeo, ela em Santiago e eu em Belém. Ela estava tão feliz! Acho que fui um bom filho, não tão presente o quanto deveria, mas muito amoroso quando podia. A minha mãe, Acelina Delevati Pasini, era uma pessoa bondosa, humilde, carinhosa com os parentes e amigos. Era vaidosa, sempre com as unhas e os cabelos pintados e não gostava de ser chamada de velha. Não tinha estudos, mas sempre incentivou que os filhos estudassem. Gostava de novelas, do Ratinho e do Sílvio Santos. Entretanto, mais do que tudo, era presente na vida de seus filhos. Tinha aquele carinho inconfundível da verdadeira mãe. Esse artigo não irá eternizar o que ela fez de útil em sua vida. Não tenho tal pretensão, na minha limitação humana. Ele apenas serve de agradecimento, colocando-me na pele do leitor que já perdeu a sua mãe ou pai. Não fala de perda, mas dos ganhos. Pensar no passado afetuoso é manter viva a chama de todos nós. A existência passa tão rápido, como dizia a cantora, ela é “trem-bala parceiro, e a gente é só passageiro prestes a partir. (...) A gente não pode ter tudo... qual seria a graça do mundo se fosse assim? (...) Segura teu filho no colo, sorria e abrace teus pais enquanto estão aqui...” Mãe... Todas as mães do mundo: se já não posso dar um beijo no teu sorriso, quero apenas deixar um sorriso por todos os teus beijos. Amamos você(s) mãe(s). Vão com Deus.

sábado, 8 de abril de 2017

Homenagem do Colégio Franciscano Sant'Anna, da cidade de Santa Maria - Livro Beto Repleto

Bom dia Prof. Giovani!
Inicialmente, desejamos um ano promissor ao Senhor e sua família.
Gostaríamos de saber se o senhor reside em Santa Maria e lhe dizer que os alunos do 2º e 3º Ano do Ensino Fundamental do Colégio Franciscano Sant'Anna gostariam de homenageá-lo durante a 44ª Feira do Livro de Santa Maria, realizando uma releitura da sua obra      "Beto Repleto", se não tiver problema para o senhor. Entendemos que  o livro "Beto Repleto" representa também o jeito franciscano de ser no mundo, com a acolhida ao diferente, o cuidado e zelo com as pessoas e locais por onde vivemos e o agir consciente.
No mais lhe desejamos um ótimo ano de trabalho com as bênçãos de São Francisco de Assis.
Paz e Bem!
Att,
Clarissa Lorenzoni
Coordenadora Pedagógica
Colégio Franciscano Sant'Anna
Santa Maria-RS

Comentário de um leitor ilustre - Academia de Letras de Brasília

Colega Giovani,

Li seu texto FELICIDADE LÍQUIDA, inserido na Coletânea Internacional de 
Cruz Alta - RS.
Parabéns, belíssimo texto. 
Abraços do colega 
EVALDO FEITOSA, membro da Academia de Letras de Brasilia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...