terça-feira, 21 de junho de 2016

Mensagem Jayme Piva - sobre o artigo "Santiago Poesia"

Meu caro professor Pasini:

       Receba meus cumprimentos pela excelente crônica publicada no Expresso, edição de 10 de junho fluente, intitulada Santiago Poesia.
       Texto erudito, como soem ser os da sua lavra, com preciosos e meritórios enfoques enaltecedores dos exponenciais valores poéticos do nosso pago.
       Grato,  de modo particular, pelo referencial alusivo a Tulio Piva, que tento decantou, em música e versos, as belezas da nossa Santiago.
         Grande abraço
                               Jayme

Comentário de Fernando Oliveira - artigo Santiago Poesia

Verdade meu amigo, como bom bairrista, tenho muito orgulho em ser de Santiago, terra do poesia, terra dos poetas!Grande abraço!

Fernando

terça-feira, 14 de junho de 2016

Artigo do jornal Expresso: SANTIAGO POESIA

http://expressoilustrado.com.br/opiniao/santiago-poesia

Santiago poesia


Procurem o rosto do mestre Oracy! Montem no dorso de Macunaíma, na sorte da morte, da esposa que é Ci. Procurem as letras do mestre Oracy! Nas blumas vazantes do Cobra Norato, na Itaara da serra, das pedras e mato. Encontrem o Caio, nos rios e lagos, nas casas e Casas, em fatos e Fatos. Fernandos e Abreus, deslizem nos pampas, nas plumas e prantos, nas viagens e cantos, na praça da Santa!  Que prosa o Aureliano, um texto tão forte, no lema do “gaucho”; gaúcho de manto, de mate e de bota, poesias cantais, cidade baixais, em nome daqui. Meu deus! Que fizemos! Nós, cegos leitores, patrícios da Tusi, da volta do Círculo, nas rodas de papo, em dança arlequim! Num golpe de sonho, voou da mão (dela), uma bela aquarela, Terezinha sem fim. Chamem o Adelmo, por Simas ou Genro... Em corpo das letras, sorriso criança, em lemas e ramos, docente sem danos. Desenhem em pedras, nos Arnos das léguas, bem perto de mim. Ah! Essa ‘Negra Fulô’! Na música Eurides, as linhas são limas, lenhadas de dor! Procurem o rosto, do mestre Oracy! Despertem na esquina, nos zelos da Lise, poemas de lince, Cecília essência, Drummond de marfim. Não somos caetanos, nem mesmo Bilacs... Temos destaques, na volta do for. Tomara a minha terra, invoque Maria e lembre de Exu, da velha oferenda, no rio Curussu! Num tapa do vento, lembro do tempo e dos sambas da Gente, das musas eternas – do Túlio e da Noite – esfera do Piva, parente do Jaime! O que fizemos nós, homens, de tantas infâncias e vários cavalos, escondidos na vida, vivendo na infâmia? Vejam bem: somos Santiago, temos a cena, somos os pagos e temos a pena. 

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Imagens muito especiais - criança, público mais sincero...

Imagens muito especiais...
Recebi essas fotos de uma leitora querida... a Janaína, filha da Aline Neves!
O belíssimo desenho feito pela Janaína me emocionou, como escritor.
Janaína... está lindo!!!!
Um grande abraço para essa leitora do Beto Repleto...







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...