quarta-feira, 5 de junho de 2013

Oprimidos - Poema recebido - Aluno Matheus Goulart

Ao Matheus Goulart: nós somos do tamanho de nosso maior sonho. Sonhe! (Parabéns pelo poema!)
-----------------------------
Oprimidos

Viver na escuridão de si
Na margem da sociedade
Nos parâmetros exigidos
No qual se espelham.

Sem conhecer, julgam.
Sem saber, criticam.
Sem compreender, discriminam.
Sem entender, repreendem.

Pessoas normais, tratadas diferentemente
Por uma escolha, feita para si
Não infringindo o direito de ninguém
Mas visto com repúdio.

Um simples gosto incomum
Porém, verdadeiro, igual a outro qualquer
Sentimentos, visto por alguns, inexistentes,
Por acharem que não passa de uma ilusão.

Pessoas são oprimidas
Sem ter um apoio
Um alguém para se firmar
Simplesmente para ouvir: te apoio.

Apoio que muitas vezes
Esperados nos seus lares
Acabam não existindo
E, sim, mais opressão.

Pessoas afugentadas da rotina
Com receio de se expor
Críticas surgem, com opinião julgam
Contrariados de si, no dia-a-dia.

Pois, não compreendem o ser
Sem dar confiança
Por achar que é um desvio de caráter
Subestimando suas capacidades.

Entretanto...

Amor, paixão, ou desejo
Não sei, apenas sinto
Algo inexplicável - para quem passa.
Incompreensível - para quem sente!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...