sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Artigo do Jornal Expresso Ilustrado - 21 de setembro de 2012 - O "Super-Joaquim" - por Giovani Pasini


O “Super-Joaquim”

Num país cansado de políticos corruptos; numa sociedade sedenta de heróis... Surge um “SuperJuiz” para cobrir esse espaço! O ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, passou a fazer parte da minha lista de merecedores de presente de Natal. Na verdade, acho que ele é o principal membro da atual “Liga da Justiça” brasileira. Falando sério, o teórico Walter Benjamin atestava que era necessário um investimento maior na educação das massas, para que o resultado refletisse na sociedade como um todo. No Brasil, está chegando a hora da insurreição intelectual do povo: que se levantem as penas do conhecimento! Já temos quase 200 anos da Independência (para constar: 7 de setembro de 1822). Temos fé, portanto, no desenvolvimento da base de nossa pirâmide antropológica, ainda imaculada e analfabeta, para que as qualidades do “país do futuro” sejam ampliadas. A preservação da própria moral é uma questão que perpassa pela cultura, ou seja, por intermédio do costume (hábito) e, principalmente, pelo exemplo. A nação deve ter voz ativa na elaboração dos pensamentos, deve reestruturar e reforçar o culto à honestidade. Seguir esse ideal é não se manchar pela podridão de um sistema falido e não realimentar tal retrocesso. O julgamento da Ação Penal 470 tem que ser um marco para o saneamento da administração pública nacional. Parabéns ao judiciário – um dos poderes da República demonstra eficiência e se torna alvo de muito orgulho, por defender os direitos dos cidadãos honestos de nossa amada pátria. Ah! Enfim, viva o Suuuuper-Joaquim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...