sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Artigo do Jornal Expresso Ilustrado - 28 set 2012 - O leito seco de uma dor - por Giovani Pasini


O leito seco de uma dor

Em Recife, capital de Pernambuco, uma menina de 4 anos é estuprada e morta por um maníaco. No interior daquele estado, na cidade de Feira Nova, um guri fica feliz ao ganhar um chiclete de caixinha, o qual nunca havia mascado. Na mesma localidade, uma senhora, de nome Elzira, agradece a Deus por receber água na cisterna de sua casa. Ela faz isso, com palavras singelas, do outro lado de uma janela gradeada, segurando uma caneca branca, de metal. A caneca está vazia. Os casebres, numa população de pobreza extrema, surgem aos montes, enfileirados, uns após os outros. Fico depressivo, caro leitor, ao recordar que o meu falecido pai, há cerca de 20 anos, acreditava no fim da corrupção. Tenho a tristeza de assumir que perdi a crença na nossa atual democracia; (o resto da esperança está nos jovens e no STF). A dor é imensa ao encarar os olhos de um idoso nordestino, feições típicas e mãos calejadas, implorando que eu faça algo (o possível) para a sua família receber uma maior quantia de água: “O senhor é que manda... Por favor, ajude nóis...” Eu não mando em nada! Aliás, ultimamente, (co)mandar tem sido muito difícil; tanto quanto dominar a angústia, no leito seco de uma alma, ao enxergar os diversos “dragões da inépcia”. Sou feliz, pois estou vivo. Agora, não consigo compreender a supremacia do dinheiro sobre a honra. Vamos todos morrer! Vamos todos apodrecer! A diferença é que alguns já fedem, estando vivos. A podridão da alma cheira bem mais do que a da carne. Um verme estupra, um estrume desvia, um escroto suborna. Todos eles já estão enterrados – vivos.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Petição Pública de apoio ao Supremo Tribunal Federal - Vote! Participe!


Recebi um comentário (transcrito abaixo) sobre um "Abaixo-assinado com votos de congratulações pelo desempenho do STF no processo do Mensalão."

Antes de divulgar, fui até o site e conferi. A petição pública realmente existe, sendo que já realizei o meu voto. Os dados que são fornecidos não comprometem a segurança do votador. Depois de votar, basta entrar no próprio e-mail e confirmar o voto.

Passo para a segunda fase, que é a divulgação da votação. Participe!
Ajude-nos a mostrar a indignação do povo brasileiro, em relação à corrupção partidária.
VOTE!
DIVULGUE!
Clique no link: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=mensalao

===========================
Comentário recebido:
"Amigos da página, conto com vocês em uma divulgação maciça. O que está sendo julgado é uma prática política e não um partido político. Resta ao partido — a todos eles — entender os sinais eloquentes da sociedade brasileira: Queremos nosso país de volta e se Deus quiser chega!!! AMIGOS PATRIOTAS, POR FAVOR, ASSINEM E DIVULGUEM! TEMOS QUE ACABAR COM ISSO!!! VAMOS APOIAR O SUPREMO-STF!!! Uma manifestação fresquinha! Cidadãos! Ajudem a divulgar! Nossa meta é 20 milhões de assinaturas. Abraço a todos e parabéns! BRASIL FORA DO CRIME!!! ASSINE http://www.peticaopublica.com.br/?pi=mensalao"

Crônica recebida - Oracy Dornelles - Notículas

Oracy Dornelles
 
NOTÍCULAS
 
Neste 20 de Setembro não teve mais aquele "perfumezinho" sobre o asfalto da avenida.  Os gaúchos resolveram o problema dando para a cavalhada, antes do desfile, chá de marcela e Pílulas de Vida do Dr. Ross. Deu no Rádio: "Grande baile gauchesco. É proibido o uso de tênis, mini-saia, e aqueles vestidos curtinhos que aparece tudo... Precisa-se de um casal para morar e trabalhar numa Estância. Ele, campeiro com prática e especialista em tiro de laço na vaca tonta. Ela, só para dormir no emprego..."
 
 
Qui  bi-bii-o  fu-fu!!!... Nova diretoria no Jockey. Em conversa com o Sr. Batista Lacerda, atual presidente do Jockey, disse-me  que acabou de pedir demissão dessa entidade, cargo que exerceu com grande capacidade e retidão. Motivo: disse-me, (fazendo aquele gesto famoso), que "estava até aqui" com o Jockey. Salientou que entregará tudo direitinho e em ordem, com toda a papelada em dia. Não o fez ainda por causa  de um probleminha: as moscas remanescentes. Pois pretende entregar o Jockei sem nem uma mosquinha siquer... E aquele vitorioso e encrenqueiro Blog não poderá mais criticar o "mosquedo" do Jockey. Terá ele, agora, que fazer uma nova campanha: contra os carrapatos...
 
A Lígia Rosso vai lançar novo trabalho na "14ª Fátima Municipal do Livro". Chama-se "Andanças Poéticas". Um livro todo ilustrado. Terá aquela foto que é o xodó dela, e que ela mostra pra todo o mundo: tirada em Londres, ao lado da estátua de Shakespeare.
 
(Oracy Dornelles)

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Artigo do Jornal Expresso Ilustrado - 21 de setembro de 2012 - O "Super-Joaquim" - por Giovani Pasini


O “Super-Joaquim”

Num país cansado de políticos corruptos; numa sociedade sedenta de heróis... Surge um “SuperJuiz” para cobrir esse espaço! O ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, passou a fazer parte da minha lista de merecedores de presente de Natal. Na verdade, acho que ele é o principal membro da atual “Liga da Justiça” brasileira. Falando sério, o teórico Walter Benjamin atestava que era necessário um investimento maior na educação das massas, para que o resultado refletisse na sociedade como um todo. No Brasil, está chegando a hora da insurreição intelectual do povo: que se levantem as penas do conhecimento! Já temos quase 200 anos da Independência (para constar: 7 de setembro de 1822). Temos fé, portanto, no desenvolvimento da base de nossa pirâmide antropológica, ainda imaculada e analfabeta, para que as qualidades do “país do futuro” sejam ampliadas. A preservação da própria moral é uma questão que perpassa pela cultura, ou seja, por intermédio do costume (hábito) e, principalmente, pelo exemplo. A nação deve ter voz ativa na elaboração dos pensamentos, deve reestruturar e reforçar o culto à honestidade. Seguir esse ideal é não se manchar pela podridão de um sistema falido e não realimentar tal retrocesso. O julgamento da Ação Penal 470 tem que ser um marco para o saneamento da administração pública nacional. Parabéns ao judiciário – um dos poderes da República demonstra eficiência e se torna alvo de muito orgulho, por defender os direitos dos cidadãos honestos de nossa amada pátria. Ah! Enfim, viva o Suuuuper-Joaquim!

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Postagem sobre "Novo Herói" - comentários dos leitores

Agradeço o comentário dos leitores (abaixo) na postagem "Novo herói". Aproveito para divulgar que no Jornal Expresso Ilustrado, na edição de amanhã (21/09), estou publicando um artigo sobre o Ministro Joaquim Barbosa.

O meu artigo concorda, totalmente, com o comentário da leitora Tânia Tanferri. A nossa convergência de pensamentos (enviei o meu artigo ao jornal na terça passada) demonstra que estamos carentes de exemplos!

O artigo será publicado, também, neste site.
  1. ========================

    2 comentários:

    1. Um dos maiores exemplos de honradez.

      Abraços,

      Furtado.
      ResponderExcluir
    2. A gente não deveria de se admirar do que é correto, mas em tempos de erros absurdos, deve-se mesmo exaltar o que está escasso... Precisamos de mais exemplos como o Ministro Joaquim Barbosa, para que os seus iguais se mostrem... os valores estão tão equivocados, que muitos não arriscam se mostrar diferentes, honestos, éticos, amorosos, incorruptíveis... agem silenciosamente. Honra, brio, coragem, é o que fervilha o coração de muitos brasileiros, nesses tempos de corrupção. Aleluias e gratidão para o M. Joaquim Barbosa.
      Abraços
      Tânia Tanferri
      ResponderExcluir

Aos Gaúchos - Feliz Dia 20 de setembro - Trova composta com Aluno do Colégio Militar de Santa Maria


O poema "Pai, velho pai" é uma composição minha junto com o Aluno Cláudio Yuri, do Colégio Militar de Santa Maria (CMSM ou simplesmente CM). 

Esta trova simples, de linguagem coloquial e campeira, é dedicada ao meu falecido pai ACIR JOSÉ PASINI e ao pai do Yuri.

Esperamos que gostem...


Rio Grande do Sul - grande rio do sul de meus sonhos! 


Pai, velho pai.  
    Maj Pasini (Carlos Giovani Delevati Pasini)
Aluno Claudio Yuri (Claudio Yuri Cardoso Bandeira)


Pai...
Velho pai companheiro
Amigo das lidas, campeiro
Estou aqui a prosear
Pra uma plateia de amigos
 tua história irei declamar.

Meu pai,
Senta no cepo do CM
e escutas a saudosa nostalgia
do tempo que longe se foi
de nossa  tropa de bois
das mateadas e varias alegrias
que agora vou te hablar
com todo meu carinho.

Pai,velho pai...
Lembro da suas memórias,
Ao me contar  sobre a glória
Da história de nossos avós.
Lembro das madrugadas pampeanas
Do quente e bom chimarrão
De teu  orgulho na tradição
De peleador e de velho gaúcho
Que sempre aguentou o repuxo
Com alma forjada sem luxo
na força do fogo de chão.

Venho saudar-te, meu pai,
Ainda que por palavras singelas
De moço de campanha, inseguro,
Mas forte para enfrentar o futuro
Com base nas tuas atitudes sinceras.

Pai, velho pai...
Tu me deixaste um tesouro,
Para a vida, a melhor herança
Vou falar para todos
Gritarei em fandangos e festanças
versando o que queima no peito
honrando o que tu me deixou:
a moral, como aço da adagada;
a honestidade de uma alma afiada,
a força de mãos que abrem caminhos;
a demonstração de todo o carinho
com a família na ponta da lança.
  
Pai, velho pai...
Agora já estou crescido
E tenho orgulho de ti!
O destino para mim sorri
E acompanha o meu andar
É muito bom te homenagear
Nesta janta, desse Liceu
O nosso Colégio Militar.

Obrigado velho índio mouro;
Pai, patriota e guerreiro.
Estou aqui e digo com orgulho
que eu sou
o teu herdeiro!

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Boletim nº 15 - Movimento por um Brasil Literário



Setembro de 2012
Boletim nº 15

Movimento por um Brasil literário
MBL BRASIL ADENTRO
X

UM MILITANTE DA BELEZA
Homenagens a Bartolomeu Campos de Queirós Brasil emocionam platéias

O VERDADEIRO PAPEL DA BIBLIOTECA
Mesa do MBL debate usos e incongruências dos espaços de leitura

CAMPANHA "EU QUERO MINHA BIBLIOTECA"
MBL e Ecofuturo na luta pela efetivação da lei 12.244

MBL BRASIL ADENTRO
X

AGENDA LITERÁRIA DE SETEMBRO
X

Caso não queira mais receber notícias sobre o Movimento por um Brasil literário, clique aqui
Parceiros

Instituto C&AAssociação Casa AzulFesta Literária Internacional em ParatyFundação Nacional do Livro Infantil e JuvenilInstituto EcofuturoCentro de Cultura Luiz FreireAssociação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e JuvenilCanal Futura

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Será VERDADE?

Existe algum tribunal (no mundo) com uma só balança?

Existe, na moeda, apenas um lado?

O crime - caso ocorra - pode ser apenas do estado? 

Existe CRIME ESTATAL?

Criminoso é criminoso  - ponto final.

A família que CHORA não se importa se o filho morreu sem farda ou FARDADO. 
(Pesquise a história do Soldado Mário Kozel Filho e tantos outros... A lista é imensa!)
Vivemos, com a notícia que assistimos no Jornal Nacional (17/09), uma fase negra na nossa história de DEMOCRACIA. (Já que vivemos num estado democrático, posso lançar a minha opinião!)

Não pelo que vai ser pesquisado.

E, sim, pelo que vai DEIXAR de ser investigado.

A história deve ser analisada por historiadores!

A indignação - junto com o ideal - forma uma massa tão forte que passa a ser  REEDIFICADA. Desculpe a minha falta de humor, mas este texto está sendo construído de madrugada...

Sou fã de vultos importantes de nosso país: Marechal Castelo Branco, General Ernesto Geisel, Paulo Freire e, ultimamente, do Ministro Joaquim Barbosa.

O sistema está corrompido.

O meu pai, falecido, era Sargento do Exército. Um homem de respeito, honesto, que educou 5 (cinco) filhos, apesar da grande dificuldade. Ele ficou várias vezes de prontidão, longe da família, por causa de TERRORISTAS e CRIMINOSOS.

Os terrroristas não serão investigados. (O Araguaia não seria um protótipo de FARC do Brasil? - Ver o filme a seguir) 

JUSTIÇA?

Agora, vou colocar o meu nariz de palhaço e assistir um pouco do julgamento do mensalão, onde temos como réus: José Dirceu, José Genoíno, Delúbio Soares...

Ah!
Só para constar...
Republico um filme do pronunciamento do Deputado Jair Bolsonaro:





“ A luta Armada não deu certo e eles agora querem indenização? Então eles não estavam fazendo uma rebelião e sim um investimento”.   
Millôr Fernandes, na revista Playboy.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Novo herói brasileiro...

Num país cansado de políticos corruptos...
Numa sociedade sedenta de heróis...

Ministro Joaquim Barbosa

 ...Surge um SUPER-MINISTRO para cobrir esse espaço.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Artigo do Expresso Ilustrado - 14 de setembro de 2012 - Perguntas de um ateu - por Giovani Pasini


Perguntas de um Ateu
(Série de contos, fábulas e ironias)

Batuel era velho. Batuel era ateu. Ele tinha a convicção de que se o mundo fosse repleto de ateus, o primeiro religioso seria internado num manicômio. “Acreditar em Deus...”, pensava, “...é uma loucura coletiva, patológica”. Ele lançava perguntas aos conhecidos, que eram parcialmente respondidas “Se Deus é onisciente, como foi traído por 1/3 dos anjos?”; ou ainda “Se Deus é onipotente, porque o diabo se rebelou contra ele, ainda mais se já sabe que vai perder?”; e mais “Se Deus é onipresente, no tempo e no espaço, como explicar Ele não ter ‘visto’ a mordida da maçã?”. A resposta mais convicente que recebera, de um religioso, tinha sido: “Isso tudo é uma alegoria...”. Era isso que Batuel ponderava “Deus é uma alegoria!”. Uma imaginação do humano, que possui o receio de morrer; uma continuação da vida após a morte, pois não aceitamos o fim – o vácuo, o escuro e o silêncio. Procurou, durante a sua juventude, encontrar as provas da existência de Deus. Obviamente, nunca conseguiu, pois a fé é subjetiva. Ela se baseia na certeza do incerto, ou seja, na incerteza do que se acha certo. A fé se torna uma opção; uma escolha que se faz, ou não. Ela se constitui de uma ideologia e só se justifica para o seu possuidor. Para Batuel, a fuga para o oriente – com suas energias – se tornava algo inevitável; questão de inteligência. “O fanatismo...”, falava, “...é um atributo exclusivamente humano”. A religião que exclui as outras é fanática por natureza. Permaneceu com as suas convicções; até que o pai morreu. Então, mandou rezar uma missa para ele.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Boletim nº 14 - Movimento por um Brasil Literário



Setembro de 2012
Boletim nº 14
Movimento por um Brasil literário
MBL BRASIL ADENTRO
X
UM MILITANTE DA BELEZA
Homenagens a Bartolomeu Campos de Queirós Brasil emocionam platéias
O VERDADEIRO PAPEL DA BIBLIOTECA
Mesa do MBL debate usos e incongruências dos espaços de leitura
CAMPANHA "EU QUERO MINHA BIBLIOTECA"
MBL e Ecofuturo na luta pela efetivação da lei 12.244
MBL BRASIL ADENTRO
X
AGENDA LITERÁRIA DE SETEMBRO
X
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...