sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Artigo Expresso Ilustrado - 31 de agosto de 2012 - A minhoca manca - por Giovani Pasini


A minhoca manca
(Série de contos, fábulas e ironias)

Era uma vez uma minhoca que desejava ser cobra. Ela não aceitava o fato de não ter veneno e invejava a companheira rastejante: “Por que eu não posso assustar os outros com mordidas e morte?” A sua obssessão se tornou tamanha, que a pequena minhoca passou a treinar as posições de ataque e os famosos botes. “Nada resiste a um bom adestramento.” - pensava a coitadinha. Ela queria ser uma opressora! Para a maldade não havia limites! Inscreveu-se em cursos de ofídios, juntou-se à família dos répteis e pensou em se graduar em malediciência. As outras minhocas – os anelídeos – tentaram dissuadir as suas intenções “Pare com isso! Cuide de sua vida. Deixe os outros de lado!”, mas ela não ouvia. Estava fixa no objetivo de se tornar uma serpente mortal. Estudou muito; publicou dois livros sobre o assunto; resolveu ser analista do desempenho das cascavéis, corais, surucus e de tantas outras. Como existiam péssimos botes e mordidas deficientes! Até que, num dia de sol, resolveu que iria demonstrar para todos aqueles répteis como se atacava um ser humano. Ao passar um homem, olhou-o com toda a sua maldade e “zás!”, saltou para a mordida. O indivíduo gargalhou com as cócegas, pegou a minhoquinha e “trec!”; cortou-a no meio, colocando-a em dois anzóis. Pouco depois, a minhoca estava dividida (literalmente), dentro de um rio. Olhava-se, parada, estacada como isca. Era o fim. Iria morrer na boca de um peixe. Aliás, de peixe que também morre pela boca. Aprendeu que se você nasce um anelídeo, nunca chegará a ser um ofídio. O veneno fatal sabe em qual animal irá florescer.

2 comentários:

  1. Así termina su vida quien se empeña en perjudicar a los demás, no hay mejor virtud que el amor al prójimo...

    Hacía tiempo que no leía una fábula tan buena, con moraleja incluida. Felicitaciones.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  2. Gracias Liliana,

    Fico muito feliz que tenhas gostado.

    Grande abraço

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...