sexta-feira, 22 de junho de 2012

Artigo do Jornal Expresso Ilustrado - 22 Jun 12 - A grande prostituta - por Giovani Pasini


A grande prostituta

Relendo a conhecida passagem do Apocalipse, fundei uma nova teoria. Após analisar diversos textos, para descobrir quem era a mulher sentada sobre o dragão de sete cabeças e dez chifres, acho que encontrei a solução! Calma... Calma, caro leitor. Esse artigo está mais para uma blague do que para afirmações fanáticas. Depois de passar por Roma, por acusações entre igrejas (taças de sangue dos santos e das testemunhas), julgo que decifrei uma das metáforas de João! Aliás, as metáforas são as maiores causadoras de brigas e guerras. Enquanto digito, ouço a novela da TV: “Você é um cachorro!” (outra metáfora...) Bem, voltando ao assunto e fugindo das digressões que não acrescentam nada, gostaria de apresentar a minha releitura da simbologia da grande prostituta. Começo pelo dragão: afianço ao leitor que o grande monstro é o computador. Isso mesmo! As sete cabeças e os dez chifres são todas essas “tomadinhas” e “entradinhas" que a máquina possui. O micro nos engole, quando mais precisamos dele. Seguindo essa ideia, quem seria a grande prostituta? A Babilônia vestida de escarlate e púrpura, sentada sobre o computador (dragão)? Fácil, né? Tenho certeza que o leitor já deduziu. A meretriz é a internet. A internet é a meretriz. A mãe de todas as abominações (lidas?) da terra; a corruptora dos sonhos. Se o papel aceitava tudo, a virtualidade deturpa tudo. Ela é imaginária e enganadora. Afasta os humanos, parecendo aproximar. Uma “endiabrada embriagada” que suga o nosso sangue e que faz o tempo fugir. Tempus Fugit.

Um comentário:

  1. Caro Giovani,

    parabéns pela crônica e por suas metáforas.

    Muito criativo.

    Zé Augusto Gonçalves

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...