quarta-feira, 4 de abril de 2012

Debate sobre leitura - Postagem 5 - Giovani Pasini - Participe você também!


Para ver todas as postagens - clique no tópico LEITURA do índice de assuntos. 

Agradeço as brilhantes postagens de Irineu Padilha, Fátima Friedriczweski e Jayme Piva.
Adorei - do fundo do coração - a participação de vocês e agradeço carinhosamente.

Tenho alguns contrapontos a fazer e questionamentos para lançar aos leitores:

1. Respeito muito a opinião da minha irmã Fátima, mas penso que os governos militares fizeram uma substituição de disciplinas pelo seguinte fato: o nosso povo não sabia, na sua maioria, ler e escrever - também não fazia contas. A substituição de algumas matérias ocorreu para que fosse aumentada a carga horária de Matemática e Língua Portuguesa. Para a atualidade, talvez, isso não seja o ideal. Entretanto, para aquela época, o sistema de ensino saiu de uma formação intelectual exclusivista (alguns se formavam) para atingir uma maioria que ficava sem adquirir os conhecimentos, devido a evasão escolar. Cabe ressaltar, que essa medida (e outras como a criação do antigo Mobral) diminuiu sensivelmente a quantidade de analfabetos do Brasil. Entretanto, também concordo que a escola necessita de uma revisão curricular.

2. A Fátima e o Irineu acertam muito quando falam sobre os quadros curtos e as imagens. A leitura não faz falta, no modo de vida imagético.

3. O Jayme e suas palavras essenciais. "Para subir é preciso a burragem". Caro Jayme, talvez Rui Barbosa tivesse razão: a burrice é uma ciência  - e, atualmente, essa ciência se torna um requisito essencial para a governabilidade, sendo, portanto, uma ciência política. A partir daí, talvez ocorra a confusão entre "Politburo" e "Politburro". Agradeço, ilustríssimo amigo, os elogios sobre minha humilde obra - ainda mais vindo de você, um escritor que admiro muito.

4. Agora repetirei uma afirmação e realizarei questionamentos sobre uma ideia principal: o jovem, da atualidade, lê muito mais. Contudo, o que falta é a profundidade e a leitura lenta (Slow Reading - movimento internacional de busca do retorno à leitura de livros). Será que a internet não pode ser uma ferramenta essencial do retorno ao gosto pela leitura? Será que os blogs, twitters, facebooks não deveriam ser melhor utilizados para desenvolver o amor pelas letras?
Penso que isso já está ocorrendo, mesmo que em partes. A reflexão pode ocorrer com uma simples frase ou pensamento (de Fernando Pessoa, Machado de Assis, Paulo Coelho etc.), numa "Epifania", como as  da inigualável Clarice Lispector.

5. Por fim (desta postagem madrugadeira), a leitura deve ser influenciada pelo exemplo. Gosto de ler - muito - pelo exemplo que herdei de meu pai, minha irmã e meus irmãos. Iniciei a ler mesmo antes de gostar.

Caros Jayme, Fátima e Irineu - agradeço os comentários e aguardo os contrapontos. Saúde, paz e felicidade!
Estou vibrando com suas postagens!
Caros leitores, aguardamos a sua participação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...