quinta-feira, 1 de março de 2012

Divulgando Informativo recebido - GUERRILHEIROS DA CULTURA

 GUERRILHEIROS                              Informativo On-line
     DA CULTURA                Nº 26 – Porto Alegre, fevereiro de 2012
ESPECIAL: OS MELHORES DE 2011 NA CULTURA (E A CRÍTICA NEGATIVA)
Ainda que um pouco atrasado estamos apresentando os nossos indicados como melhores da cultura no ano de 2011
 
«  MELHOR LIVRO DE CONTOS
Ciranda Negra, de Eni Allgayer Canto.
 
«  MELHOR LIVRO DE POESIAS
Os códigos da alegria, de Paulo Roberto do Carmo.
 
«  MELHOR LIVRO INFANTIL
Por que o Elvis não latiu?, de Robertson Frizero.
 
«  MELHOR LIVRO COLETÂNEA
Nesta categoria tivemos um empate: Joaquim Moncks e Amigos (org. de Neida Rocha) e Autores Gaúchos 2011 (Org. de Antônio Soares), que congregaram novos autores e outros mais experientes, mas todos com a mesma premissa de enriquecer a literatura e divulgar seus textos a todas as camadas da sociedade.
 
«  MELHOR EDITORA
Alternativa, sob a condução de Milton Pantaleão.
 
«  MELHOR PROJETO LITERÁRIO
Balcão da Cultura, criado pelo escritor Felipe Daiello, funciona no Grêmio Náutico Gaúcho.
 
«  MELHOR ATIVISTA CULTURAL
Fernando Ramos, diretor do Jornal Vaia.
 
«  MELHOR INSTITUIÇÃO LITERÁRIA
Estância da Poesia Crioula.
 
«  MELHOR JORNAL CULTURAL
Fala Brasil, que funciona há mais de 15 anos, levando a cultura a todas as camadas da sociedade porto-alegrense, com a direção de Rosane Scherer.
 
«  MELHOR PEÇA TEATRAL
Mosketeiras, direção de Luis Carlos Pretto.
 
«  MELHOR CD MÚSICA
Pampa Esquema Novo, de Richard Serraria, que foi lançado em novembro de 2011, no Teatro de Arena, com produção executiva de Márcio Gobatto.
 
«  DESTAQUE  MUSICAL
Fernanda Krüger Trio, grupo composto por Fernanda Krüger (voz e violão), Lucas Krüger (contrabaixo fretless) e Luthiero Tacuatiá (bateria).
 
«  CRÍTICA POSITIVA
Aos novos autores gaúchos, que foram verdadeiros heróis ao ingressarem no mercado editorial dos pampas, sem nenhum apoio governamental, com pouco apoio da mídia impressa e televisiva para divulgação de seus livros, usando de recursos próprios para publicar suas obras e sem nenhum patrocínio. Cabe aos órgãos responsáveis pelas políticas do livro uma atenção maior a esses autores, pois representam uma parcela importante da sociedade que constrói a cultura e fomenta o conhecimento.
 
«  CRÍTICA NEGATIVA
A alguns setores da imprensa gaúcha que ignoram o trabalho de escritores, poetas, músicos, atores, diretores porque simplesmente estes não fazem parte da turma de ‘medalhões’ elencados pela grande mídia. O fato de um artista não estar na mídia não quer dizer que ele não tenha talento. Como o grande público terá acesso à arte destes agentes culturais se a maioria dos veículos de comunicação não os divulga?
 
«  HOMENAGEADO ESPECIAL
Matheus Cony, falecido aos 27 anos de idade, vítima de Leucemia, um exemplo, que mesmo no enfrentamento da doença teve criatividade ao criar uma banda musical com outros internos do hospital onde passou os últimos meses. Neto da Secretária do Meio-Ambiente Jussara Cony, ele também produziu o documentário “Dias de luta”.
•      2º SARAU COM RITMO, no inicio de fevereiro, mais uma vez com grande público. Alguns tiveram que assistir de pé.  Ótimos músiccos homenageando Caetano Veloso. Mais de 70 pessoas nesta edição na Casa Cultura Mário Quintana. Bira JR e Mila Pulita deram show. Mariah declamou. Obrigado ao público presente. É a força da inclusão cultural!
 
 ­ ­ ­ ­ ­ ­ ­ ­ P O E S I A S ­ ­ ­ ­ ­ ­ ­ ­ ­ ­
SONETO DA SEPARAÇÃO
         
Vinicius de Moraes
De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.
De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.
Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente
.

"Liberdade, essa palavra que o sonho humano alimenta
que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda."

                    Cecília Meireles
          LUTA PELA CULTURA       ♦  PELO FUNCIONAMENTO IMEDIATO DO CONSELHO MUNICIPAL DE LITERATURA 
 
Contatos ' 8564-5281
                  Benedito Saldanha 
«Membro da Academia de Letras do Brasil
            Presidente da ALAPOA

2 comentários:

  1. Obrigado pela distinção mencionando Pampa Esquema Novo como Melhor Disco de 2011! Salve a poesia sempre, mesmo quando no formato canção.

    ResponderExcluir
  2. Agradecemos e parabenizamos pela luta em prol do desenvolvimento cultural e valorização da Arte,,, Fala ao Brasil!

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...