sábado, 29 de outubro de 2011

Artigo Expresso Ilustrado 28 de outubro de 2011 - Muamar Kadafi - por Giovani Pasini

Muamar Kadafi

Alguns vídeos terríveis veicularam pela internet. Nas imagens, o ex-ditador da Líbia é torturado, sendo empurrado por uma multidão que grita e executa tiros para o alto. O homem, que possuía o nome em incontáveis variantes (Muamar, Moammar, Muammar, Kadaffi, Cádafi, Qadhafi, Gadafi etc.) era líder de um país do norte da África e foi derrubado por influências ocidentais. Como Saddam e Osama, agora Kadafi também está morto. Outra vitória do ocidente? Difícil dizer, ainda mais quando se fala daquela parte do mundo. É dificultoso, inclusive, escrever sobre um povo que nasce oprimido, acostumado com a guerra. Mortes, estupros, ferimentos, ofensas, fome e tanto mais. Excetuando-se alguns poucos cariocas, que viveram (ou vivem) em “favelas sitiadas”, raros serão os brasileiros que imaginarão o ódio como sentimento do dia-a-dia. A raiva tão aflorada que se torna gritos e urros, tiros e pancadas. No Brasil, algo parecido ocorre, algumas vezes, em torcidas fanáticas do futebol. A parte negra do ser humano, que nos aproxima dos primatas. Aliás, acaba nos tornando piores que qualquer animal. O poder que corrompe; tão forte quanto o dinheiro. A lei do retorno; a morte que leva à morte; o “olho por olho” do fanatismo religioso. O terror que nos leva a assistir um filme de feras abomináveis, que acabaram de abater outro monstro. O círculo que não tem início nem fim, sendo apenas outro ciclo da ignorância. Somente poder, dinheiro e violência. Algo que é do oriente e do ocidente. Coisas do “bicho-homem”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...