quarta-feira, 10 de agosto de 2011

A liberdade é uma metáfora - ensaio de uma revolta


A liberdade é uma metáfora de si mesma.
Nunca seremos totalmente livres.
A sociedade (e situações) coloca grilhões na nossa língua e, pior ainda, nas nossas letras.
===
Quando nos comparamos aos pássaros, por exemplo, "Eu era uma andorinha, que voava por todos os sonhos", nunca seremos esses pássaros; a não ser em pensamento.
===
O que vem antes de tudo? O sonho (ideia) ou a ação?
Os nosssos pensamentos - esse é o ponto chave - eles nunca poderão ser dominados.
===
Não entenda essa afirmação como um "bolinar de propósitos", ou seja, pensar algo e falar outra coisa.
Os interesses particulares (e, talvez, maldosos) escravizam o caráter e são o inverso da liberdade.
===
A liberdade é uma metáfora.
===
A metáfora de ser "livre" é, no meu ponto de vista, a construção de um mundo paralelo, imaginado, bem longe do capitalismo humano.
===
E a literatura é uma das cartas de alforria.
===
A perfeição do ser humano é a sua diferença. Isso é o que existe de mais belo.
O que seria de Picasso se o homem apreciasse só a arte clássica?
===
A liberdade é uma metáfora. 
A maldade é um paradoxo dessa metáfora.
A bondade é a antítese de interesses.
===
O respeito deve surgir de fora para dentro e vice-versa.
O reconhecimento é uma idealização de condutas (metáfora de seres imperfeitos).
===
Estou pensando em "voz alta":
1. Toda arrogância presume uma afirmação (sou bom; sou melhor; posso mais; passei no vestibular de medicina, por isso sou melhor que os pedadogos etc).
2. A humildade incorpora a dúvida. A sabedoria deve se basear em atitudes reflexivas. (Eu não sou melhor, mas diferente. O que posso aprender com ele?)
3. Não existe crítica que não seja uma afirmação (no sentido macro), tendo grandes chances de ser uma forma de arrogância.

Portanto, ter uma postura reflexiva, na maior parte das vezes, leva até um maior conhecimento (autoconhecimento).

A liberdade verdadeira, aquela que te transforma num deus ou num diabo, é a que escapa de seu cérebro, sem você prever. Isso mesmo: os seus pensamentos, bons ou maus, nem você domina. Apenas surgem, de acordo com o seu caráter.
===
Tudo é questão de índole, de essência e, principalmente, de treinamento.
Treine para que a sua liberdade seja construtiva.
Contudo, ela sempre será uma metáfora.
Espero que seja bela...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...