sexta-feira, 27 de maio de 2011

Homossexualidade, heterossexualidade, bissexualidade e homofobia - Kit Anti-homofobia (Kit Gay) - sem corrigir

O texto abaixo saiu um tanto repetitivo (palavras e expressões). Só que foi um ato intencional. Algumas vezes a repetição (pleonasmo) torna mais clara a opinião que se tem intenção de passar.

É contra o que eu escrevi? Apresente sua opinião, como comentário. Gostaria muito de ouvi-la...
===


Homossexualidade, heterossexualidade, bissexualidade e homofobia  
Kit Anti-homofobia (Kit Gay) - sem corrigir




Ainda não havia comentado sobre o assunto, por julgar algo sensível, que divide opiniões. Contudo, julgo como positivo o veto do Kit Anti-homofobia (Kit Gay). Irei apresentar alguns argumentos:


1. Sexualidade é uma questão de opção, de escolha.
2. A questão que deve ser colocada em pauta é o respeito. Repito, o respeito às escolhas do outro.
3. Sou heterossexual convicto e nunca teria uma relação homossexual. É a minha opção e devo ser respeitado por isso. Não é um PRECONCEITO, mas um CONCEITO definido.
4. Contudo, respeito quem escolheu a homossexualidade, tanto que tenho (no mínimo) dois amigos e duas amigas que optaram por essa conduta.
5. Se alguém me perguntar: Os seus dois filhos, você deseja que eles sejam homossexuais ou bissexuais? Responderei que não desejo, mas se um, ou os dois decidirem por isso - eu respeitarei.
6. A homofobia não tem nada a ver com: ser a favor ou contra a homossexualidade (questão de opção).  Pensamento errôneo que está em voga na nossa sociedade. A homofobia é a "perseguição de homossexuais", praticando atos discriminatórios contra eles.
7. Em princípio (e a princípio) sou contra qualquer posição radical (dos dois lados). Julgo que devemos ser "centrados", para termos uma postura mais adequada e (quase) racionalista.
8. Julgo que devemos compreender, também, quem possui a postura contrária ao ato homossexual. Temos que diminuir a pressão sobre a Heterossexualidade. Senão teremos que distribuir, também, Kits de Anti-HeterofobiaO posicionamento contrário deve ser compreendido como fruto do meio que aquele humano viveu (e vive), a educação que teve e os princípios morais que julga corretos e a opção que fez.
9. Se alguém agir com violência contra um homossexual deverá responder (na lei) por sua conduta. Se alguém agir com violência contra um heterossexual, também terá que responder. As leis servem para o QUE NÃO SE DEVE FAZER. A violência está presente em todos os ramos da sociedade. Cabe ao judiciário, a missão de julgar.

10. Temos que dar tempo da sociedade avançar. A globalização já diminuiu os atos discriminatórios. O relacionamento homossexual, por quem optar, deve ser encarado como normal, devendo ser aceito pela sociedade.
11. Paralelo a isso, julgo um "radicalismo" de quem tenta enfiar "goela a baixo" a aceitação da homossexualidade. No meu caso, por exemplo, fui criado numa família católica, com pai militar, numa formação ortodoxa em relação a esse assunto. Querem saber: gostei da educação que tive. Quero que respeitem o meu posicionamento. 
12. O "Kit Anti-homofobia" do MEC, na minha opinião, é TENDENCIOSO e induz o jovem a ter comportamentos bissexuais, interferindo de forma coletiva na educação, pois o vídeo declara "Se você gostar de meninos e meninas terá 50% a mais de chances de se apaixonar por alguém". A homossexualidade, se surgir, deve ser opção natural do indivíduo, da mesma forma que é a heterossexualidade.
13. Por fim, esse kit é incoerente, no meu ponto de vista. Hoje em dia, a abertura para o homossexualismo está bem melhor que há 10 anos. E, daqui a mais 10 anos será melhor ainda. Vamos dar tempo aos filhos de nossos filhos. Não podemos interferir na individualidade, de forma institucional.
14. Para sintetizar todo esse pensamento, a homossexualidade é uma realidade social e deve ser respeitada. Ela ocorre desde que o humano é humano. Da mesma forma é a heterossexualidade. Nisso, o vídeo do Kit é totalmente tendencioso - O Filósofo Pondé (presente no debate do vídeo abaixo) disse que no filme seria melhor se os dois se tornassem amigos, ao invés do adolescente optar pela bissexualidade, apenas por probabilidade (ou seja - maior porcentagem de conseguir parceiros). 
15. Quer ter um posicionamento melhor sobre o assunto? Veja o debate na Globo News (27 de maio de 2011) sobre Kit Anti-homofobia: Vídeo da Globo News - debate sobre homofobia (CLIQUE AQUI)

Um comentário:

  1. Uma das primeiras vezes que encontro uma posição que eu concorde plenamente. Muito bem argumentado, acho que todos deveríamos pensar assim.

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...