segunda-feira, 23 de maio de 2011

Artigo para o Jornal Expresso Ilustrado - Geração "Google-Cola" - 20 de maio de 2011

A geração de adolescentes do século XXI está amadurecendo mais rápido do que as anteriores. Os jovens de hoje são os mais bem informados de todos os tempos. Essa afirmação parece incorreta, mas não é. Antigamente, o “pai dos burros” era o dicionário e ficava longe dos dedos. Na atualidade, o “pai dos burros” é o Google – site de busca que possui quase tudo. Ele ainda não consegue “internalizar” o conhecimento, no cérebro humano. As crianças, de 11 ou 12 anos, já não aceitam mais ser chamadas de crianças. Elas são nativas de um mundo digital, de relacionamentos virtuais e estão inteiradas à tecnologia. A minha geração foi chamada de “Coca-cola”, em virtude da música do Legião Urbana: a época das propagandas de beleza. A atual se define por um emaranhado de personalidades construídas via internet. Um período não é melhor que o outro; mas diferentes. Se você tem um filho que se aproxima da adolescência, uma das saídas é aceitar que o mundo mudou e usar o computador como uma ferramenta importante. Não fazer isso é ser um dinossauro em extinção. Devemos usar a informática para obtenção do conhecimento e não para “Google-cola”. Outra solução é estabelecer regras de uso e, principalmente, de exposição às mídias. Qualquer um que passar 14 h na frente da telinha terá reflexos negativos na personalidade. Mas se o afastarmos da tecnologia, será um ET do século XXI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...