terça-feira, 31 de maio de 2011

Artigo Expresso Ilustrado 27 de maio de 2011 - Humanização-ação - por Giovani Pasini

Lya Luft escreveu "Não queremos perder, nem deveríamos perder: saúde, pessoas, posição, dignidade ou confiança. Mas perder e ganhar faz parte de nosso processo de humanização". Esse pensamento fez com que eu refletisse. Em poucas palavras a autora resumiu a nossa existência: perdas e ganhos (título de uma de suas obras). A beleza da vida é que a cada dia conquistamos e, também, somos conquistados. Certa vez, recebi um e-mail de um poeta que acabava assim: saúde, paz e felicidade. Assumi esse encerramento e, quando lembro, escrevo-o para os amigos. Nada é mais importante que as três palavras citadas. A saúde, para percorrer as atividades diárias; a paz para conseguir deitar e dormir; e a felicidade de estarmos bem. A ação humanizadora engloba a percepção de que a maioria das mágoas ocorre por falha de comunicação. Isso mesmo: aquela dor que você sente, por uma pessoa específica, tem grande chance de ter sido causada pelo desentendimento de palavras. Nós pensamos um montão; falamos um tanto menos; e escrevemos pouco. Alguma palavra mal falada, mesmo sem intenção, pode criar um inimigo. Atingir uma humanização quase completa é perdoar todas as ofensas (como é difícil!). O passado não poderá ser mudado, mas pode ser repensado. Hoje, aos 36 anos, aprendi que não existe a perfeição nos relacionamentos humanos e que ninguém é totalmente bom ou mal. A verdade é que estamos desorientados, num mundo perdido. Ganhamos e perdemos; magoamos e somos magoados. Só que nada é tão importante quanto: saúde, paz e felicidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...