quarta-feira, 20 de abril de 2011

Extrato do texto de João Cabral de Melo Neto - oferecimento ao Nova Pauta

Escutei novamente a entrevista do NOVA PAUTA, no PALAVRAS E ONDAS.

No final do programa ocorre um debate sobre a arte de cortar palavras, num texto. Naquele dia lembrei de um extrato de um poema do João Cabral, que fala sobre a arte de escrever. Na oportunidade, não lembrava o texto completo. Agora - retirei da minha aula de literatura - dedico esse extrato para a tríade João Lemes, Márcio Brasil e o Rafael Nemitz.


"Catar feijão se limita com escrever

Joga-se os grãos na água do alguidar*

E as palavras na folha de papel;

E depois, joga-se fora o que boiar. "


*Alguidar: Vaso mais largo que alto, e cuja boca tem muito maior diâmetro que o fundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...