segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Agradecimento ao Oracy Dornelles!

Eu e o Sr. Oracy Dornelles - Na Feira do Livro (2010) - lendo os Epitáfios

Não teria como deixar passar em branco a última "Crônica absurda & Cega" do escritor Oracy Dornelles, que foi publicada no Expresso Ilustrado. Recebi essa crônica moderna (de presente), na confraternização de 2 (dois) anos da Casa do Poeta de Santiago, comemorada no dia 13 de janeiro de 2010, na Churrascaria Gaúcha. Nela contém o autógrafo do Sr. Oracy Dornelles.
===
Fico lisonjeado com todo o texto e, principalmente, a última estrofe.
====
Quando a gente perde as palavras, o melhor é não dizer nada. Somente agradecer: muito obrigado.
===
Esse é um documento que guardarei para a posteridade.
===

Heróis (por Oracy Dornelles)

Ahasverus -- foi o maior pé dófilo do mundo -- andava sempre a pé, mas resolveu mudar: tirou uma carteira de motorista de bicicleta na Escola de Putamparaciretran, e ia rodar o mundo em aro 18, cruzar por Boston, Chicago e entrar na Xexênia, para admirar os matagais e as amazonas virgens... Antes, porém, assistiu a posse da nova Presidenta-Gerenta do Grande Restaurante Internacional-Gremioso, a Doutora Vilma Rosbife. Esse restaurante fazia cúmes até para o Mac Donald´s & MNickey Mauser 45...

Mas com o tempo, morreu velho, esquecido e muito gorduroso, poi só tirava o 2° lugar em tudo, como um Rubião Barrigudello... Mas foi um herói por commpriiido tempo. E eu fiquei só, com meu cachorro Pretinho, que até hoje acôa contra a Record e Marcus Hímen...
Que farei, agora, velho e doente do batedor e da testa, numa casinha de arrabalde? Sigo o caminho de mestre fracassado em direção à Cruz Mestra... Definho... Preciso urgente de um mocotòzinho poético... Santiago do Boqueirão, seus poetas onde estão??? (Ainda estão?) Estão numa gaveta, cheia de leletras.

Poetas e astros da Vila: vamos pedir pousada ao General Paz ine sgotável fonte de gentlem-maninice local, afim de que sua verdeolividade-caracolínea-espiralada nos apoie e dê abrigo e paz em nossa vida nebulosa, pois ele construiu uma morada aristotélica sem IPTU: a Casa do Poeta Santiaguense!!! -- Cairei nessa casa: tu cais, ele cai, eu Caio...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...