terça-feira, 30 de novembro de 2010

Mensagem de Jayme Piva para Oracy Dornelles


Grande Oracy, portentoso mestre dos mestres:
Era já para ter escrito para ti desde o meu regresso. Mas foram tantos livros que trouxe na bagagem, leituras, mensagens, tudo isso cumulado com a sacudidela do pó das andanças, que travei batalha contra o tempo para me desincumbir dos deveres e gratidões pela acolhida que tive aí no pago. Apresto-me em agradecer ao querido amigo, a quem tanto admiro, pela afável companhia e prestigiosa presença que sobremaneira valorizou o evento, por ocasião da nossa 12a Feira do Livro. Na realidade, devo dizer-te que, modestamente - eu um pobre escriba - mirei-me no teu dignificante exemplo como Patrono-mor de todas as feiras, cujo renome e edificante obra te fazem sobrepor a todos os que foram ou venham ser homenageados com a distinção do título. Da Feira, trouxe comigo, como precioso legado, teus maravilhosos "EPITÁFIOS e Últimos Poemas". Por incrível que pareça, eu ainda não possuía o livro. Pressuroso, li e reli mais essa tua magnífica obra com redobrado prazer. A começar pelo inteligente Introdução, assinada por ti. De resto, colocações criativas nos Epitáfios, de par com glosas caricaturais muito propositadas e divertidas.A culminar, num esplêndido fecho, com teus inspirados últimos poemas. Praza a Deus que não sejam os últimos, tal como denominaste. Virão muitos e muitos outros, para alegria e aprazimento de nós todos, tua legião de admiradores. Trago apenas um sentimento: a frustração de não ter obtido tua dedicatória nos Epitáfios, pelo fato de não ter te encontrado no dia do encerramento. Fizeste muita falta.Mas a dedicatória e teu autógrafo arrebanharei no meu próximo regresso à nossa terra, que não haverá de tardar.
Abraço grande do amigo e admirador de sempre.
Jayme

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...