segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Artigo Jornal Expresso Ilustrado - 3 Set 10 - José disse: sim!

Augusto Cury afirmou que existem duas formas de retirar a mágoa da alma, contra uma pessoa: o perdão e a anistia. O primeiro é um ato divino, que apaga qualquer rancor do "coração". Quando perdoamos alguém, esquecemos o que foi feito de errado, totalmente. Não falamos mais sobre o assunto. Já a anistia, ao inverso, é apenas um indulto governamental, onde a pena não é executada, mas está lá, arquivada. Quando você anistiar uma pessoa, retire-a dos seus pensamentos e amarguras. Saiba exatamente o que ela fez - só isso. O perdão e a anistia servem para aliviar o próprio espírito e aparecem como técnicas de reaprender um passado. A realidade, segundo Santo Agostinho, é que só existe o eterno presente. O passado já foi e o futuro ainda será; como "presentes". O maior presente é sentir o entusiasmo das pessoas a sua volta, por algum motivo. Festa dos Melhores do Ano, inauguração da Casa do Poeta, lançamento do livro "Sementes Literárias", desfile de Sete de Setembro e tantos outros sonhos. As pessoas magoam e são magoadas. Contudo, elas também são felizes. Repensem as vibrações positivas. Se perguntássemos ao José, no final de sua existência, se foi feliz durante toda a sua vida, o que ele responderia? E agora, José?

Visite a Casa do Poeta de Santiago, na rua Silveira Martins, 1432, centro. Das 14h às 17h, diariamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...