terça-feira, 17 de agosto de 2010

Artigo para o Jornal Expresso Ilustrado - 13 Ago 2010 - Slow Reading (Leitura Lenta)

Esse novo movimento, iniciado na Inglaterra, propõe que se desligue a internet e todos os equipamentos eletrônicos, ao menos uma vez por semana e se faça a leitura de um bom livro. A tendência é justificada por várias pesquisas que retratam uma dificuldade de concentração, entre os mais jovens, causada pela rede e pelo mundo com "pressa". Uma matéria na revista Newsweek mostrou que atualmente há o abandono da leitura de um artigo antes que o leitor atinja a metade dele. Portanto, se encerrar esse, você será um vencedor. A "leitura lenta" defende uma maior ênfase aos livros impressos, diminuindo a velocidade, para desenvolver a interpretação e recuperar o prazer. Segundo o movimento, deve-se combater a mania de ler "pulando e saltando", utilizando ferramentas de busca, tendo inúmeras informações e assimilando poucos conhecimentos. A era do resumo, do Google, dos blogs e do Twitter. Particularmente, sou a favor do uso da tecnologia. Contudo, é importante o hábito de ler bons livros. O melhor caminho é não ser radical para um lado ou outro. Isso significa que não podemos estar alienados à modernidade, mas, também, mantermos o costume das letras no papel real. Enfim, como pai, confesso que estou evitando que o meu filho adquira o "vício da internet" e influencio, significativamente, o seu hábito pela "leitura real". As pesquisas dizem, que se você chegou até aqui, concorda comigo.

Um comentário:

  1. Caro Pasini.
    Exemplar este artigo. Educativo e atual. Copiei-o para debatê-lo com minhas filhas adolescentes (embora elas já tenham o bom hábito da leitura impressa em livros de papel).
    No que se refere ao "amigos de Beethoven" postei algo ao Márcio.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...