sexta-feira, 11 de junho de 2010

Ego, Egocentrismo e Alter Ego

Tenho uma péssima notícia para dar ao leitor (amigo ou não): todos nós somos egocentristas.
Discorda?
Então, vamos lá:
- Meu carro - Meu apartamento - Minha opinião - Meu pensamento - Eu acho - Eu discordo - Eu sou humilde - Eu tenho autocrítica - Meus sonhos - Minha escrita - eu...eu...meu...meu...
===
O egocentrismo faz parte do ser humano.
A grande diferença é o domínio do egocentrismo destrutivo, vulgarmente chamado de inveja.
Quando alguém diz o seguinte: o meu trabalho é melhor que o seu, pois o seu não tem condições artísticas de ser publicado..." Isso não é egocentrismo?
Quando um crítico fala: "Capas bonitas, mas sem valor algum..." Isso não é egocentrismo?
===
Todo humano quer vencer na vida. Ser diferente da massa. Até mesmo os que dizem que não querem, já estão sendo diferentes e, portanto, possuem egocentrismo.
"Eu sou humilde, sou autocrítico" -- Mártir do "auto-amor".
===
Caro leitor, veja isso como uma opinião. Eu também tenho egocentrismo (graça a Deus!). Tenho erros. Só que sou feliz. Isso basta.
===
Se não gostar de mim, tudo bem. Pense no Alter Ego.
===
Julgo que um escritor escreve (ou deveria escrever) com o "Alter Ego".
O Alter Ego é o Outro Eu.
Na literatura, arte grandiosa, a maior importância ultrapassa o individual. Não importa o que o escritor pensa, mas sim o que o leitor acha. Isso mesmo: a escrita não é somente de quem redige, mas, principalmente, de quem lê.
===
Fernando Pessoa e seus heterônimos (Alguns: Alberto Caeiro, Álvaro de Campos e Ricardo Reis) comprovam a importância do OUTRO EU.
Simplificando: o heterônimo é um personagem criado, com todas as características físicas e psicológicas (data e local de nascimento), além de história de vida.
===
Bom, importa a nossa "Persona"?
É claro que sim.
A literatura é um mundo paralelo: lindo, grandioso e imaginário.
O Alter Ego necessita do Ego para produzir.
Portanto, quem se julga ANORMAL
(ou é anormal louco)
ou não passa de um poço de egocentrismo.

Ok.
Eu sei.
Ser um poço de egocentrismo é uma coisa normal.
===
Portanto, volta-se ao início:
(crítico-destruidor-anormal)
você é feliz com isso?
===
Se for, parabéns pela sua normalidade...

3 comentários:

  1. Quase que postei um texto falando sobre esse assunto, baseado no que conversamos outro dia. Ótima reflexão. Tem toda razão: todos temos ego. Uns, um ego mais "humilde", outro um ego mais inflado. Mas todos temos. Quer dizer, eu não! Abração!!!

    ResponderExcluir
  2. Adoramos a postagem Sr. Giovani, ficamos muito felizes em relação a entrevista no sábado, se possivel, mandar as perguntas pro email: 'dornelestrombini@bol.com.br'

    Parabéns a Casa do Poeta de Santiago.
    E viva a cultura, o Interact Club Terra dos Poetas está a dispozição, caro presidente.
    Um forte abraço dos companheiros, que desde ja admiram este belissimo trabalho!

    ResponderExcluir
  3. Egocentrismo e nuca são muito parecidos. Nós só conseguimos enxergar os dos outros.

    A não ser que alguém ou alguma coisa nos sirva de espelho...

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...