segunda-feira, 12 de abril de 2010

Valdir Prestes Dornelles - Artigo Jornal Expresso Ilustrado - 9 de abril de 2010


Uma criança de 11 anos que perdera a mãe. Assustado, indefeso, o menino ainda possuía a figura do pai para acompanhar os seus passos. As dificuldades de sua vida aumentariam aos 14 anos. O destino determinava o falecimento do pai. Os conflitos aterradores da existência – e agora? O pré-adolescente tinha dois caminhos a seguir: o primeiro, mais simplificado, um atalho para a marginalidade e o dinheiro fácil; o segundo, que mais parecia um dragão que o encarava, o árduo percurso do trabalho e da honestidade. Quantas possibilidades de fracasso! Quantos momentos pesados foram vividos! Com esforço sobre-humano, aquela criança escolhera a rota da bondade. Em 2006, muito tempo depois, encontrei-o não mais tão jovem, mas ainda batalhador. O nosso contato foi na sua oficina, pois eu havia amassado a lateral do carro. Em poucos momentos observei a sua seriedade e honestidade. Como um Leonardo da Vinci contemporâneo, realizou uma obra de arte no meu veículo. Entretanto, pude verificar que o seu melhor trabalho foi construído pela vida - o respeito adquirido na sua comunidade. Final de semana passado, no bar Flashback, tomei uma cerveja com aquele menino, agora adulto, um exemplo de serenidade. Caro leitor, tenho muito que aprender nessa vida. Agradeço a Deus pela oportunidade de conhecer pessoas de sucesso, como o grande Valdir Dornelles. Um homem com coração de menino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...