quinta-feira, 15 de abril de 2010

O sonho de ser um escritor... Um diálogo (ir)real

Hoje um aluno me disse que tinha o sonho de ser um escritor.
===
Respondi que também tinha esse sonho...
===
- Professor, como eu faço para ser um escritor?
===
- Escreva. Um sonho sem ação já se perde no próprio princípio.
===
- Mas, professor, eu escrevo mal. Tenho erros de português.
===
- Machado de Assis escrevia com vários erros de português. O que importa é (como disse Carlos Drummond) o ritmo. Sim, o sentimento é que embala a vida do homem.
===
- O senhor pode ler o que escrevi? Está aqui, nestas páginas.
===
- É claro que posso! A leitura dos seus textos me emprestará um pouco de sua alma.
===
RISOS.
===
- Professor, o senhor está sendo melodramático!
===
- Na verdade, estou sendo histórico. Estou pensando, neste momento, na vida do Mário de Andrade. Estou dizendo o que ele falaria...
===
- O senhor falou dele na aula. O tal da Semana de Arte Moderna.
===
- Na verdade, ele é que falou sobre ele mesmo... "Está fundado o desvairismo!"
===
- Professor, tudo isso é muito legal. Acho que vou tentar ser escritor. Adoro esse tipo de viagem...

Um comentário:

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...