sexta-feira, 23 de abril de 2010

Educação e Pensamento - Artigo Jornal Expresso Ilustrado - 16 de abril de 2010

Simões Lopes Neto
Fonte: internet

O ato de pensar faz parte do ser humano e o pensamento só deixará de existir quando o seu dono morrer. Quero dizer, nós refletimos, querendo ou não. Portanto, os raciocínios lógicos sempre serão criados, consciente ou inconscientemente. Partindo desse princípio, a diferença que existe se encontra na qualidade da ponderação. Ela será boa ou má. Não esqueçamos que antes da ação existe a ideia, que é construída pelas atitudes (nossas e alheias). "A palavra convence e o exemplo arrasta". O escritor Pré-modernista (e gaúcho) Simões Lopes Neto foi reconhecido por seus personagens, que se dividiam em "experientes" e "técnicos". Os primeiros, geralmente velhos campeiros, haviam aprendido com a prática, no dia-a-dia do pampa. Os segundos, teóricos de formação superior, conheciam o ofício através do estudo. Todos pensavam, mas os da sabedoria da lida diária, tinham muito mais a ensinar sobre a vida. Aliás, não precisa ser um catedrático para ser educado. Basta recordar dos bons ensinamentos familiares, pelo ato da comunicação. O dr. Reuven Feurstein afirmou que "A educação é o que fica, quando todo o resto for esquecido". Penso, logo existo. Existo, logo amo. Assim demonstra o grande gaúcho, sereno e trabalhador, lá na tapera interiorana...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...