quinta-feira, 29 de abril de 2010

Artigo Jornal Expresso Ilustrado - 22 de abril de 2010 - Literatura: uma opinião


Todo texto que é feito com imaginação pode ser considerado literário. Exclua-se os ofícios impessoais, diretos. Portanto, uma redação, uma postagem no blog, uma poesia, uma letra de música, quadrinhos de gibi - tudo isso - faz parte da arte literária. Os parnasianos, nas primeiras décadas do século passado e os escritores da 1ª geração modernista (1922-1930) eram antagônicos. Os primeiros achavam que a poesia sempre devia ter forma, métrica e rima; os segundos, que não podia ter regras. Até que Carlos Drummond disse que ela era livre, desde que possuísse ritmo e causasse a emoção. Neste século, não importa se o autor escreve em prosa ou poesia, mas se cria a arte, tendo liberdade de escolha pelo efeito estético. Temos que honrar os poetas de nossa terra e os de fora. Um pouco mais: devemos lê-los. Só que a poesia não é somente regra. Ela deve causar espanto, emudecer e ensinar. A poética pode percorrer a alma de qualquer escritor, desde que ele faça contato com a "essência" e utilize a sua imaginação para transmitir a "emotividade" ao leitor. Inclua-se os cronistas, os contistas, os prosadores, ou seja, todos os escritores; desde o adolescente que escreve uma carta de amor, até o novelista que constrói um "Roque Santeiro". Poesia é sentimento, não é forma. Poesia é a própria literatura, completa e universal. Leonardo Boff escreveu que "todo ponto de vista é a vista de um ponto." Enfim, esta é a minha opinião, simples e objetiva.

I Semana Literária da Casa do Poeta de Santiago e da Secretaria Municipal de Educação e Cultura


Clique nas fotos para ter acesso ao cronograma do evento!

A nossa Santiago terá a "I Semana Literária", que ocorrerá nos dias 19 a 22 de maio de 2010, na Câmara dos Vereadores de Santiago, com o tema "A literatura santiaguense no Séc XXI".
O evento é aberto ao público, sem fins lucrativos, para quem quiser assistir as palestras e participar da cultura.
Para quem desejar receber o certificado de 25 horas, assinado pela Casa do Poeta e SMEC, terá que realizar a inscrição para a Semana Literária, que custará apenas R$ 10,00 (dez reiais), como taxa administrativa (cobrir os custos do próprio evento).
===
O evento terá palestra com escritores, jornalistas, professores (etc.), ou seja, todos que de alguma forma estejam envolvidos com a escrita. Terá, ainda, 4 (quatro) oficinas culturais, mais a exposição de arte pelos corredores da Câmara e lançamento de livro.
===
Simultaneamente, na parte da tarde da sexta, 21 de maio de 2010, ocorrerá o "I Fórum de Entidades Culturais", com o tema "A cultura santiaguense no Século XXI". As entidades culturais terão o tempo de 10 minutos para a exposição de suas ideias e, também, deverão entregar suas sugestões por escrito, para compor os anais da Semana.
===
Quem quiser maiores informações contate os e-mails: culturasantiago@bol.com.br ou gpasini@ig.com.br
ou pelo telefone (55)3251-1651 (Rodrigo Neres).

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Aulas de literatura brasileira para o terceirão do Colégio Miltiar de Santa Maria

Estou muito feliz com a fase profissional que estou passando.
===
A felicidade profissional gira em torno das aulas de literatura brasileira que ministro, para o "terceirão" do Colégio Militar de Santa Maria.
===
A turma de alunos é excelente!
Existe a participação, o diálogo, a dialética e a comunicação...
===
Estou encerrando um projeto chamado "I Semana Literária do 'Terceirão' do Colégio Militar de Santa Maria".
Tal projeto contará com o apoio da Casa do Poeta de Santa Maria e foi criado a partir da Semana Literária da Casa do Poeta de Santiago e da ideia do Aluno Guerra, do Colégio Militar. Depende, ainda, da autorização do Comando. A princípio não haverá problema, o que pode variar é a data.
===
A semana será organizada da seguinte forma:
- As atividades serão no contra-turno (tarde de 13h00min às 16h00min) de Segunda a Quinta;
- Inicialmente, está planejada para a segunda semana de junho;
- uma palestra de um escritor da Casa do Poeta de Santa Maria, por dia.
- Os alunos serão divididos em grupos para estudar as obras do vestibular e PEIES da UFSM.
Após a palestra do escritor, de cada dia, os grupos de alunos apresentarão as ideias de sua obra, com resumo e resenha.
- A Semana valerá nota como uma Avaliação Parcial (Teste).
===
Com esse evento pretendemos preparar melhor o aluno, para o vestibular e desenvolver o gosto pela literatura.
Será um evento para o público interno, do CMSM.

domingo, 25 de abril de 2010

Poemas da Aluna Jéssica Aparecida - do Colégio Militar de Santa Maria

A Jéssica é uma excelente aluna do Colégio Militar de Santa Maria.
Há pouco tempo ela me entregou seu caderno de poemas, para que eu pudesse analisar.
===
Sobre a sua obra, digo que ela possui grande criatividade e que tem talento!
Espero, realmente, comprar um dos seus livros, quando ela o lançar!
===
A seguir temos duas poesias, de sua autoria, que ela me enviou por e-mail e, também, um resumo de sua história. Vamos desfrutar!
===
===

APRENDIZADO

Quão complexa és tu

Sempre a me enganar

E quando acho que já sei

Mostra-me que errei

Tão complexa que me perturba

E me faz sentir uma dor profunda

Que chego a me perguntar

Qual é o seu sentido

Qual é sua razão

E quanto mais te conheço

Vejo que mais perdida estou

E quanto mais aprendo

Mais vejo que nada sei

O único fato certo

Que de ti sei

É que você é sábia

E sempre há de existir

Depois de anos descobri

Que o melhor para você

É não pensar e sim fazer

Demorei anos para descobrir

Mas agora acho que entendi

O mais difícil de saber

Que para te conhecer

Não existe modo, nem fórmula

Existe apenas você

Para me ensinar

E quando eu aprender

Acompanhar-te

Obrigada VIDA

===

CEGUEIRA

Lindos campos,

belas praias,

incrível céu.

É tudo tão lindo

a minha volta.

Eu não consigo admirar,

não consigo sentir.


===

"MEDO"

Meu espírito ainda está triste,

chora horas sem parar,

e embaça a vista da alma.

Tantas belezas,

e eu, afundando

em tristeza e solidão.

Preciso de ajuda!


===

Jéssica Aparecida Galo de Avela

Nascida em 07 de Julho de 1993, na cidade do Rio de Janeiro, filha do Militar Jefferson Machado de Avela e da Professora Valéria Aparecida Galo de Avela.

Devido à profissão do pai mudou-se aos dois anos para Campo Grande, MS, onde permaneceu por dez anos. Seguindo após para Santa Maria, RS, onde iniciou a escrita de poesias.

Desde pequena se interessou por leitura, e com o incentivo dos pais aprimorou mais esse interesse. Gosta de escrever para expressar seus sentimentos e o momento que vivencia.

===

===

Eu que pedi alguns textos para a Jéssica. Sua inspiração poética deve sempre continuar! Esse é o desejo de seu professor de literatura.

===

Se mais algum(a) aluno(a) do Colégio Millitar de Santa Maria tiver textos e quiser publicar neste blog poderá enviá-lo para o e-mail: gpasini@ig.com.br

sábado, 24 de abril de 2010

MÃOS DADAS - Lindo poema do Carlos Drummond de Andrade

Não serei o poeta de um mundo caduco.
Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros.
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
Entre eles, considero a enorme realidade.
O presente é tão grande, não nos afastemos.
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.

Não serei o cantor de uma mulher,
de uma história, não direi os suspiros ao anoitecer,
a paisagem vista da janela,
não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida,
não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins.

O tempo é a minha matéria,
o tempo presente, os homens presentes,
a vida presente.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Dia Internacional do Livro - 23 de abril


L eio cada instante de minha vida;

I magino que estou voando, com os pés no chão!

V ou daqui para lá, de lá para cá, num sonho atemporal

R ecebo o abraço do escritor, numa metástase sadia

O lho para o "eu" - aquele do antes - nada igual ao do depois.

===
Parabéns ao LIVRO.

A maior motivação profissional de minha vida.

Livros, livros, livros, livros, livros (...) mil livros!

A vida é um vício... (Pensando enquanto escrevo)

A vida é um vício.
===
Entretanto, diferentemente das drogas, ela causa dependência pelos bons momentos que possui.
===
A vida nos engole, tritura, na mesma medida que se esvai.
===
Enquanto estamos envoltos pelo dilema,
a dificuldade parece não ter fim: reclamamos, sofremos e brigamos.
É tão comum "xingar" quem se ama!
Os mais próximos são os que mais sofrem com o nosso mau humor...
===
Depois que passa, o saudosismo daquele passado
- que já foi presente -
torna-se presente e reflexivo.
Na verdade, nós é que criamos o passado e o futuro
de forma saudosa e, também, visionária.
===
Causamos o reflexo do espelho, numa fuga da realidade.
O reflexo não existe. O que ele reflete é o imperfeito de nós mesmos.
Da mesma forma é o passado e o presente.
Imagens idealizadas do que não somos.
E, talvez, não fomos e nunca seremos.
===
A vida é um vício.
Quanto mais o passado se avoluma e o futuro se encurta
- (ou parece encurtar) -
tanto mais ficamos agarrados ao agora.
===
Enfim,
para nós, findável vida.
para a vida: eternidade.
===
Como disse Santo Agostinho: a vida é o eterno presente.

Educação e Pensamento - Artigo Jornal Expresso Ilustrado - 16 de abril de 2010

Simões Lopes Neto
Fonte: internet

O ato de pensar faz parte do ser humano e o pensamento só deixará de existir quando o seu dono morrer. Quero dizer, nós refletimos, querendo ou não. Portanto, os raciocínios lógicos sempre serão criados, consciente ou inconscientemente. Partindo desse princípio, a diferença que existe se encontra na qualidade da ponderação. Ela será boa ou má. Não esqueçamos que antes da ação existe a ideia, que é construída pelas atitudes (nossas e alheias). "A palavra convence e o exemplo arrasta". O escritor Pré-modernista (e gaúcho) Simões Lopes Neto foi reconhecido por seus personagens, que se dividiam em "experientes" e "técnicos". Os primeiros, geralmente velhos campeiros, haviam aprendido com a prática, no dia-a-dia do pampa. Os segundos, teóricos de formação superior, conheciam o ofício através do estudo. Todos pensavam, mas os da sabedoria da lida diária, tinham muito mais a ensinar sobre a vida. Aliás, não precisa ser um catedrático para ser educado. Basta recordar dos bons ensinamentos familiares, pelo ato da comunicação. O dr. Reuven Feurstein afirmou que "A educação é o que fica, quando todo o resto for esquecido". Penso, logo existo. Existo, logo amo. Assim demonstra o grande gaúcho, sereno e trabalhador, lá na tapera interiorana...

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Rádio Central FM - 87.9 - Novo Blog

A Rádio Central FM, do Éldrio Machado, está divulgando o novo blog da emissora.
===
Para acessar o blog, clique no link: http://www.radiocentraldesantiago.blogspot.com
===
O endereço da Central FM é rua Tito Beccon 1568, sala 02 (fundos da Farmácia São Jorge).
===
Telefones 3251-5563 ou 3251-5577
===

Msn: radiocentral87.9@hotmail.com
===
Sintonize a nova rádio e dê as suas sugestões pelo telefone e Msn!

terça-feira, 20 de abril de 2010

Lançamento do Livro "A Espiral e o Caracol" na Feira do Livro em Santa Maria

Caros leitores!
Tenho o prazer de convidá-los para o lançamento do meu livro "A Espiral e o Caracol" que será lançado em Santa Maria, na Feira do Livro, no dia 05 de maio de 2010, quarta-feira, às 17h30min.
===
Aos a
lunos e amigos de Santa Maria espero que estejam presentes neste momento tão importante de minha vida.
===

Aos amigos de Santiago e de fora que estiverem de passagem no "Coração do Rio Grande", também conto com a sua presença.

===

A Feira do Livro de Santa Maria ocorrerá entre os dias 24 de abril e 9 de maio de 2010. Fiquei feliz em ter meu livro na lista de lançamentos deste ano.

Sou, agora, santamaguense

A partir de hoje,
nesta data,
não me considerarei somente santiaguense.
===
De tantos conterrâneos que encontrei em Santa Maria,
no "Coração do Rio Grande",
- a maior vila de Santiago- (como disse o Márcio Brasil),
pela quantidade de amigos da "Terra dos Poetas",
sinto-me em casa.
===
Santa Maria é uma cidade onde, também, fervilha a cultura...
Lar, doce lar.
===
Portanto, a partir de agora serei uma mistura de
santamariense e
santiaguense...
===
Critique-me a má língua,
mas,
confesso,
que desde já sou um
santamaguense...

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Silêncio e esquecimento

Gosto do silêncio...
===

Acho que todos nós deveríamos ficar um pouco quietos, sós.

O silêncio favorece o pensamento.
===

Não gosto, algumas vezes, do que falo e de como me expresso.

Entretanto, sou feliz por ser assim.
===

Acho, mesmo, que tenho um problema de memória:

esqueço os livros que leio - a maioria;

esqueço os textos que escrevi;

e, o pior de tudo, esqueço do nome das pessoas...

===
Tenho relativa facilidade de guardar rostos, faces, sorrisos;

mas esqueço os nomes.

Algumas vezes são pessoas próximas...

===

Aí vem a sensação de culpa, de falta de educação.

Mas é apenas esquecimento...

===

Gosto tanto do silêncio que, algumas vezes, sou taxado de antipático.

===
Eu me classificaria como
introspectivo,

teimoso,

disperso e
tonto.
===

Acho que um pouco chato, também...

===

Só que sou inocente.

Não tanto, como há cinco anos.

Talvez um pouco mais citadino e mundano.

===
Não gosto quando falo.
Não sou eu - é a minha língua.
===
Gosto, sim, do meu pensamento acelerado
quase hiperativo...

===
Gosto quando fico em silêncio.

21° Cafezinho Poético - Rotaract Club Terra dos Poetas - foi um sucesso!

No sábado, dia 17 de abril de 2010, às 17h00min, aconteceu o 21° Cafezinho Poético da Casa do Poeta de Santiago. O evento foi o primeiro cafezinho poético itinerante e contou com a parceria do Rotaract Club Terra dos Poetas, no Clube União Santiaguense.
===
O evento foi um sucesso!
Agradecemos a juventude pró-ativa do Rotaract e o Clube União Santiaguense!
É muito bom ser de Santiago e participar de um evento cultural, cheio de aprendizagem, como foi o cafezinho!
===
Agradecemos a presença da nobre escritora Therezinha Lucas Tusi, nossa Patronesse de Gestão, que nos abrilhantou com inúmeros conhecimentos.
===
Logo, logo estaremos realizando o 22° Cafezinho Poético.
Participe!

FOTOS -- LÍGIA ROSSO

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Santiago do Boqueirão...

Estou em Santiago...
===
Quando piso nesta terra tenho vontade de beijar o chão!
===
"Na minha terra tem porteiras,
onde passa o caverá;
os gados, que lá pasteiam,
não pasteiam como cá.

Nosso chão tem mais belezas,
Nossas almas mais valores,
Nossos amores têm mais vida,
Nossa vida bem mais bosques."
===
Eu sei...
alterei a canção do exílio.
Não foi por mal, mas por vontade...
===
Na verdade, gosto de Santa Maria, onde estou morando.
Seria mentiroso se negasse.
Mas, nesse coração,
batem forte os paralelepípedos de Santiago.
===
Que bom...
Estou aqui.
Posso respirar o ar puro de Santiago.
Talvez dar um abraço no Caio Fernando Abreu...
===
Como dizem:
"Santiago do Boqueirão
Terra de Prenda bonita
e índio bom de facão!"
===
Que bom pisar nesse chão!
===
Santiago do Boqueirão - A "Terra dos Poetas"!

quinta-feira, 15 de abril de 2010

O sonho de ser um escritor... Um diálogo (ir)real

Hoje um aluno me disse que tinha o sonho de ser um escritor.
===
Respondi que também tinha esse sonho...
===
- Professor, como eu faço para ser um escritor?
===
- Escreva. Um sonho sem ação já se perde no próprio princípio.
===
- Mas, professor, eu escrevo mal. Tenho erros de português.
===
- Machado de Assis escrevia com vários erros de português. O que importa é (como disse Carlos Drummond) o ritmo. Sim, o sentimento é que embala a vida do homem.
===
- O senhor pode ler o que escrevi? Está aqui, nestas páginas.
===
- É claro que posso! A leitura dos seus textos me emprestará um pouco de sua alma.
===
RISOS.
===
- Professor, o senhor está sendo melodramático!
===
- Na verdade, estou sendo histórico. Estou pensando, neste momento, na vida do Mário de Andrade. Estou dizendo o que ele falaria...
===
- O senhor falou dele na aula. O tal da Semana de Arte Moderna.
===
- Na verdade, ele é que falou sobre ele mesmo... "Está fundado o desvairismo!"
===
- Professor, tudo isso é muito legal. Acho que vou tentar ser escritor. Adoro esse tipo de viagem...

Algumas fotos de cafezinhos poéticos da Casa do Poeta de Santiago...momento de aprendizagem!








A eternidade em momentos fugazes...
Milhares de anos de literatura, em poucas horas.
===

Obrigado, cafezinho poético, pela intensa aprendizagem!

Cafezinho Poético Itinerante - Rotaract Club Terra dos Poetas

CAFEZINHO POÉTICO ITINERANTE
Sábado, 17 de abril de 2010, ocorrerá o 21º Cafezinho Poético!
Local: Rotaract Club "Terra dos Poetas" - Clube União Santiaguense
Horas: 17h00min.
Aberto ao público!
Você está convidado!
Contamos com sua presença - Ajude-nos a divulgar!!!
===
Os cafezinhos poéticos são reuniões onde os participantes levam textos de tamanhos pequenos e fazem a sua leitura. Após ler nós completamos com a nossa releitura, com os conhecimentos da vida diária e com as ideias do senso comum.
===
Sócrates fazia isso há muito tempo...
Não é nada novo.
===
Entretanto, a atividade é muito boa, pois nos faz pensar.
===
Como nossos cafezinhos serão ITINERANTES, nesse sábado fizemos a parceria com a entidade pró-ativa do Rotaract Club Terra dos Poetas. O Rotaract é composto por um grupo de jovens que trabalham em nome da educação e da cultura.
===
Arrisco a dizer que a decisão de tornar o cafezinho itinerante é um marco histórico para a Casa do Poeta de Santiago...
===
Quem quiser participar, até sábado!

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Cafezinho Poético na Caposm (Casa do Poeta de Santa Maria)

Auri Antonio Sudati

Acabei de participar do cafezinho poético da Casa do Poeta de Santa Maria, CAPOSM, a convite do grande Auri Sudati.
===
Meu coração está fervilhando com a cultura. A experiência recebida, dos escritores santa-marienses, conseguiu fazer com que eu não lembrasse qualquer problema.
===
Lá conheci vários "eternohumanos": uma professora inteligente, aposentada, com 92 anos, que repassava suas opiniões com calma e sabedoria; um senhor que cantarolava músicas do coração...
===
Escutei belas poesias.
===
Fiquei, por algumas horas, na eternidade dos sentimentos!
Palavras doces e fluídas.
Quentes e fervorosas.
Eternidade.

===
Como a vida é linda...
===
Nada como um cafezinho após o outro...

Amigo...

Amigo é um irmão espiritual.
===
É aquele que, ao nosso lado,
parece estar na nossa frente,
numa proteção infinita.
===
É aquele que, apesar dos erros,
acha que somente existem acertos.
===
É o que fica junto, em silêncio,
mas diz muito pelo olhar
e pelo ombro.
===
Amigo não divulga confidências
e não manipula divergências.
===
Amigo compreende
entende
e, mesmo discordando,
apoia, como base de concreto.
===
O verdadeiro amigo
não fica chateado com os encontros que não teve,
pois, mesmo distante,
sabe que a lealdade é muito próxima.
===
A amizade não tem que ser comprovada todo dia
com respostas
com perguntas
insinuações
comprovações.
===
O verdadeiro amigo
te aceita
mesmo se tu fores um fusca velho
ou jegue manco.
===
Se não for assim,
não existe amizade.
O que existe é o puro relacionamento
- não puro -
do século XXI.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Fofocas e mentiras


Você já esteve envolvido em alguma fofoca sem ao menos saber o que está acontecendo?
===
A criatividade do ser humano possui vertentes,
umas positivas, outras negativas.
===
A bondade existe, a maldade também.
===
Agora me lembro de um pequeno conto da internet:
"A serpente encontrou o vaga-lume, então disse:
- Vaga-lume, eu vou te comer...
Assustado, ele teve coragem de pedir:
- Dona cobra, posso fazer um último desejo?
Do alto de sua arrogância a serpente proferiu:
- Pode. Dou-te o último desejo...
- É que dona cobra, sabe, eu quero fazer duas perguntas...
- Pergunte.
- Dona cobra, eu faço parte da sua cadeia alimentar?
- Não, não faz. Na verdade os vaga-lumes tem um gosto muito ruim...
- Dona cobra, a senhora está com fome?
- Não, não estou com fome. Comi um rato agora mesmo, ali atrás.
- Então, dona cobra, eu não faço parte de sua cadeia alimentar e a senhora não está com fome. Por que diabos a senhora vai me comer?
- Por que eu ODEIO te ver brilhar...Nhaccccc"
===
É óbvio que como eu, você também se sente um vaga-lume...
===
Mas se for assim, onde estariam as serpentes do mundo?
===
Acho que a solução para uma boa vida é buscar ser mais vaga-lume do que serpente.
Digo isso, pois julgo que todos nós, algum dia, já fomos cobras...
Mesmo que seja pela falha de comunicação, tão comum nos nossos dias.
===
A bondade existe, a maldade também.
Só que também existem os erros no diálogo...
===
A sensação de que estamos sendo maus é clara. Ela aparece com o sentimento de destruição.
Diferente de quando estamos convictos num ideal e causamos mágoas.
===
Os conflitos de discordância são bem diferentes da “criatividade” destrutiva das fofocas e das mentiras...
===
O que você acha?

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Valdir Prestes Dornelles - Artigo Jornal Expresso Ilustrado - 9 de abril de 2010


Uma criança de 11 anos que perdera a mãe. Assustado, indefeso, o menino ainda possuía a figura do pai para acompanhar os seus passos. As dificuldades de sua vida aumentariam aos 14 anos. O destino determinava o falecimento do pai. Os conflitos aterradores da existência – e agora? O pré-adolescente tinha dois caminhos a seguir: o primeiro, mais simplificado, um atalho para a marginalidade e o dinheiro fácil; o segundo, que mais parecia um dragão que o encarava, o árduo percurso do trabalho e da honestidade. Quantas possibilidades de fracasso! Quantos momentos pesados foram vividos! Com esforço sobre-humano, aquela criança escolhera a rota da bondade. Em 2006, muito tempo depois, encontrei-o não mais tão jovem, mas ainda batalhador. O nosso contato foi na sua oficina, pois eu havia amassado a lateral do carro. Em poucos momentos observei a sua seriedade e honestidade. Como um Leonardo da Vinci contemporâneo, realizou uma obra de arte no meu veículo. Entretanto, pude verificar que o seu melhor trabalho foi construído pela vida - o respeito adquirido na sua comunidade. Final de semana passado, no bar Flashback, tomei uma cerveja com aquele menino, agora adulto, um exemplo de serenidade. Caro leitor, tenho muito que aprender nessa vida. Agradeço a Deus pela oportunidade de conhecer pessoas de sucesso, como o grande Valdir Dornelles. Um homem com coração de menino.

sábado, 10 de abril de 2010

Cafezinho Poético da Casa do Poeta de Santiago será itinerante...

Foto de um Cafezinho Poético

Em reunião da Diretoria da Casa do Poeta de Santiago, no sábado dia 3 de abril de 2010, ficou decidido que as reuniões culturais denominadas "Cafezinhos Poéticos" não serão mais realizadas no Centro Cultural de Santiago.
===
Agradecemos a diretoria do Centro Cultural de Santiago pelo apoio fornecido nos anos de 2008 a 2010. Essa entidade conta com o apoio da Casa Caio Fernando Abreu, para o que necessitar.

===
Entretanto, a partir do dia 17 de abril de 2009, o nosso encontro quinzenal denominado "Cafezinho Poético" será itinerante, ou seja, passará pelas mais variadas entidades e associações de Santiago, com o objetivo de fomentar a cultura (e resgatá-la), em atividades abertas ao público, único motivo que justifica a existência de eventos culturais. A decisão foi tomada em virtude de nossa entidade ainda não possuir uma sede administrativa e ser a favor da difusão da literatura, para todos os seres humanos.

===
O nosso objetivo é passar por todas as universidades, associações de bairro, clubes, escolas (etc) que se proponham a juntar forças no debate literário.

===
O primeiro "Cafezinho Poético Itinerante" ocorrerá junto com a juventude pró-ativa do Rotaract Terra dos Poetas e está marcado para o dia 17 de abril de 2010 (sábado). Quando tivermos o local e horário, nós avisaremos!
===

A cultura não aceita distinção de classes.
Ela é feita para e por todos. Cada ser humano é importante.
A Casa do Poeta de Santiago é uma entidade que defende (e enquanto eu for o Presidente) sempre defenderá a universalização da cultura. Vamos crescer juntos...

Santiago e sua nova emissora - Central FM

Éldrio Machado - Foto retirada do blog do Márcio Brasil

A cidade de Santiago, Terra dos Poetas, terá uma nova emissora. A Central FM é comandada pelo Éldrio Machado (foto), um profissional de comunicação respeitado na Região. As notícias que correm é que ele, Nilson Pereira e uma grande equipe estão montando uma programação de alto nível (leia a postagem do Márcio Brasil clicando aqui).
===
A Casa do Poeta de Santiago, Casa Caio Fernando Abreu, está apoiando a nova emissora, uma rádio comunitária, que mostrou-se receptiva para tratativas de um programa da Casa do Poeta. Estamos negociando um espaço cultural para realizar entrevistas com pessoas que difundam a arte em geral (literatura, pintura, dança, música, escultura etc.), além de conhecer educadores que desenvolvam o ser humano.

===
A Lígia Rosso será, caso a parceria se instale, a entrevistadora "âncora" do programa da Casa do Poeta de Santiago, sendo acompanhada - sempre - por mais um dos diretores, como interlocutores dos entrevistados. A Lígia é uma pessoa fantástica, professora, escritora, que já trabalhou em rádios e irá fortalecer a programação.

===
Se a parceria for estabelecida avisamos aos leitores.

===
Os telefones da rádio Central FM: 3251-5563 e 3251-5577.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Artigo do Expresso Ilustrado - 02 de abril de 2010 - Mundo de Sonhos


O mundo real é repleto de sonhos. Na maioria das vezes não percebemos isso. São os sonhos que movimentam o mundo. A vida capitalista é dominada pela competição e, desde pequenos, somos treinados para a vitória e só. Temos um adestramento eficaz para derrotarmos os outros, mas não conseguimos vencer o nosso próprio "eu". A loucura de viver nessa época moderna é apenas a sombra de uma (in)sanidade melhorada. A caça incessante pela matéria é um tipo de ilusão temporal. Obtemos bens e títulos, para a eternidade. Mas o tempo é uma grande serpente, que vai engolindo os nossos dias, sem respeitar as glórias de nossa inteligência. Caro leitor, este artigo não propõe para uma fuga da realidade. Na verdade, é um pedido de investimento maior na espiritualidade do novo milênio. Propõe-se o repensar a realidade e desenvolver a afetividade. Temos que começar valorizando a nossa vida e o nosso município - a "Terra dos Poetas". Santiago é calma, bela e boa. Um local para ouvir o barulho do próprio coração e os passarinhos pousando no portão. Olhe pela janela e verá que lá fora existem apenas emoções e sonhos. Liberdade e nuvens brancas no céu. Nada de papéis frios, em currículos de fundo de gavetas. O mundo real de Santiago é repleto de sonhos.

terça-feira, 6 de abril de 2010

Chá de Camomila e Carqueja

Algumas vezes a única saída para acalmar
é uma xícara de chá de camomila e carqueja...
===
Acalmar o nervosismo de uma fase intempestiva,
de dias confusos,
onde temos que nos apoiar em Deus,
na família e
no amor próprio.
===
Acredito, com honestidade,
que as árvores são antenas
para a comunicação

com o Deus interior...
===
Quando posso
eu passeio
e passo
com meu cachorro;
coloco a mão numa árvore...
===
Os chás são pedaços de magias positivas
que nos transformam - alquimia celestial -
em antenas artificiais para Deus...
(Sei que isso parece panteísmo)
===
Em momentos que estou nervoso
faço isso:
bebo uma boa xícara de chá...
===
Hoje já estou na terceira...
(risos)

domingo, 4 de abril de 2010

Serenata numa montanha russa

A melhor coisa da vida é a subjetividade.
===
O subjetivo não aceita equações matemáticas e nem soluções exatas.

===
A subjetividade

do amor

da amizade

da fé

da saúde

da vitória

do humor

da justiça

dos sonhos

...
/da vida/

é que transformam
a própria vida

numa serenata
sobre uma montanha russa.
===

Alguns momentos em cima

outros em baixo
mas sempre no movimento desenhado

agudo

sereno
e vivo.
===

A maldade e a bondade são subjetivas.

Apesar de serem direcionadas;

tornam-se dispersas pelos objetivos:
cada uma com sua mania,

destruir ou construir.

===

A vida é assim,

uma serenata
sobre uma enorme montanha russa - a própria vida.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Convite para Cafezinho Poético


Sábado, 3 de abril de 2010, ocorrerá o 21º Cafezinho Poético!

Local: Centro Cultural de Santiago (em frente ao Banco do Brasil)
Horas: 20h00min.

Aberto ao público!

Você está convidado!
Contamos com sua presença - Ajude-nos a divulgar!!!

Camelo, leão ou Criança? - Artigo Jornal Expresso Ilustrado - 26 de março de 2010

Nietzche construiu uma parábola interessantíssima, onde afirmou que os humanos poderiam ser definidos, espiritualmente, como camelos, leões ou crianças. Segundo ele, a maioria de nós possui a postura de “camelo”, um animal de carga que recebe todas as informações, aceitando-as como verdadeiras. Essas falsas verdades são transplantadas de um quadrúpede para o outro, sem raciocínio. Já os “leões”, ao inverso, procuram a liberdade de pensar, são os reis de seu destino e de seu mundo. Em reuniões, ou conversas, defendem o ponto de vista com unhas e dentes. Indomáveis, ferozes e fortes; mas esquecem que não podem vencer o “dragão” que se chama vida. Eles são encontrados em menor número, na sociedade, mas as mudanças que proporcionam são reconhecidas. A última etapa, pouquíssimas pessoas a atingem. Após muito tempo de felino, talvez consigamos a bendita evolução para a fase de “criança”. Quando isso ocorre, já não reagimos como um leão, pois a “alma de moleque” é edificada com inocência, humildade e felicidade; um universo limpo da maldade destrutiva do adulto. A cada amanhecer, o infante esquece o rancor e recomeça o seu mundo (re)inventado. Ele, com leveza de coração, não se irrita com o fato de existirem bilhões de camelos e leões; aceita-os como são: cabisbaixos ou impulsivos. Caro leitor, este “leão” que digita, sente-se honrado em participar, ao menos por alguns segundos de sua vida, da incansável caça ao espírito infantil. Anjos e crianças são gêmeos de nascimento. Há algum tempo o meu filho disse: “Pai, eu gosto de ti. Gosto, por que é velho!”. Leveza de espírito, sem maldade e com a sinceridade do coração. A meta para um bom homem...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...