segunda-feira, 12 de outubro de 2009

A Voz dos Escritores - Entrevista Therezinha Lucas Tusi

A Casa do Poeta de Santiago (http://www.casadopoetadesantiago.com.br/) lançou, no dia 24 de agosto de 2009, o projeto "A Voz dos Escritores" que visa entrevistar escritores de Santiago e região, difundindo através da internet o seu trabalho e opiniões. Este projeto possui a intenção de lançar no blog do Giovani Pasini, no site e no orkut da Casa do Poeta de Santiago, todas as segundas-feiras, uma matéria sobre os autores locais, contribuindo, assim, com o epíteto "Santiago: Terra dos Poetas".

Se o leitor tiver alguma idéia, sugestões de entrevistados, poderá enviar para os seguintes e-mails:gpasini@ig.com.br e secretaria@casadopoetadesantiago.com.br.

A nossa oitava entrevistada é a Srª THEREZINHA LUCAS TUSI, 78 anos, natural de Alegrete, RS. A Dona Therezinha é professora aposentada, formada em letras e viveu boa parte de sua vida na cidade de Santiago. Devido a sua literatura suave, de escrita sensível e intertextual foi eleita no ano de 2008 a Patronesse de Gestão da Casa do Poeta Brasileiro de Santiago.
A Dona Therezinha foi entrevistada na minha residência, no dia 9 de outubro de 2009. A Casa do Poeta fica feliz em poder conduzir este projeto, que realiza o arquivo para o futuro, com a catalogação de entrevistas de escritores, para pesquisa futura, por alunos de universidades ou novos escritores.

Dona Therezinha, obrigado pela excelência na entrevista.
Aos leitores, aproveitem para aprender com essa experiência!

1. Quais os livros que a senhora publicou?
Afinidades (poesias - 1984) e Passional (poesias - 2001). Participante de várias antologias poéticas e jornais literários. Membro correspondente da Academia Santa-Mariense de Letras, com participação em várias antologias daquela entidade.

2. Observamos, nas suas poesias, uma grande sensibilidade, com facilidade de emocionar o leitor. Como a senhora criou o seu estilo? E como desenvolveu essa capacidade de conduzir seus textos para a emoção?
Procuro cuidar da técnica, das regras que a composição de um poema exige, tanto na poesia clássica, rimada, como nos versos livres. Pego a essência de um momento e procuro expressar-me de maneira carregada dessa emoção. Então, minha alma é quem fala. E, segundo Caio Fernando Abreu "Essa é a minha delicada simplicidade na maneira de cantar o fato de estar viva, junto com um olho arguto para localizar as bonitezas invisíveis para a maioria das pessoas." Para Ayda Bochi Brum, minha professora de Letras, meu segundo livro Passional "é uma simbiose perfeita entre o sentimento e a palavra que o revela." Oracy Dornelles diz que sou "Poetisa de bons versos, baseados nas regras da feitura de poemas."

3. O poema "Afinidades", que dá origem a um dos seus livros, transcrito abaixo, é uma de suas obras primas. Conte-nos, por favor, a história desse texto.
"O Papel é o lenço branco
onde o poeta
enxuga seu pranto.
Lenço, tão pessoal,
não se empresta.
Mas se torna universal
quando o leitor se encontra
na dor do poeta." - Therezinha Lucas Tusi

Poesia é a arte de excitar a alma. É o gênero em que melhor a sensibilidade humana expressa sentimentos comuns a todo ser humano: amor, alegria, dor, solidão, "o sentimento do mundo" a que se refere Drummond.
Em Afinidades a palavra é a lágrima que cai no papel e não é mais só do autor. É também do leitor.

4. Com quantos anos a senhora começou a escrever? Por qual motivo?
A poesia sempre me encantou.
Fiz meus primeiros versos aos doze anos, incentivada por minha mãe e por excelentes professores do Colégio Divino Coração e do Instituto Osvaldo Aranha de Alegrete, onde fiz Ginásio e Magistério.

5. Qual o seu próximo projeto? Algum livro que a senhora está trabalhando? Qual será o tema?
Meu próximo livro está sendo organizado pela Professora Rosane Vontobel Rodrigues e equipe do Curso de Letras da URI, Santiago, para o projeto Santiago do Boqueirão, seus poetas quem são? Com poeams selecionados pela Professora e equipe, terá a apresentação do Mestre e Doutor em Linguística Prof. André Luís Mitidieri, com uma encantadora apreciação, da qual destaco: "Intensa, embora pareça frágil, Therezinha insiste em cantar a vida quando nem sempre há festa e, todavia, fazem guerras."
O seu lançamento será no dia 04 de novembro de 2009, às 19 horas, no Salão de Atos da URI. Na mesma ocasião ocorrerá o lançamento dos livros de Nenito Sarturi com suas composições nativistas que engrandecem nossas tradições.

6. Qual(is) o(s) escritor(es) que a senhora gosta e aconselha aos leitores desta reportagem? Qual o conselho que daria para quem está iniciando na escrita?
Olavo Bilac (que me ensinou a ouvir estrelas), Drummond (e sua clara profundidade), Manuel Bandeira, Fernando Pessoa, Mário Quintana, Gabriela Mistral.
Na prosa, Jorge Amado, Gabriel Garcia Marquez, os Veríssimo, os atuais Ricardo Silvestrin, Luis Augusto Fischer, Sérgio Faraco, Moacyr Scliar e tantos outros.
Leio e acompanho talentos locais já conhecidos e reconhecidos. Outros estão se revelando, às vezes timidamente, ("tudo vale a pena, quando a alma não é pequena") em programas de incentivo a cultura promovidos por pessoas idealistas, batalhadoras, pessoas que despertam o melhor das outras: Rosane Vontobel, Capitão Giovani Pasini, os editores do Jornal Literário Letras Santiaguenses e do Jornal Expresso Ilustrado que reserva um espaço para autores principiantes.
Aos iniciantes na escrita eu diria o que ouvi muitas vezes: é preciso reforçar os conhecimentos em português e literatura. Gramática, retórica, leitura dos clássicos, muita leitura do que melhor se produziu e está sendo produzido no Brasil e no Exterior.
Venho fazendo tudo isso.
E sei que ainda não sei tudo!

7. Utilize este espaço para falar o que quiser para os leitores da reportagem.
Aos leitores dessa reportagem que me honrou muito, ao Presidente desta Casa e demais componentes, a todos os amantes da poesia, saudações poéticas.

LAPIDADOR.
O maior artista do mundo: Deus
Sua obra prima: a vida.
Pensa que o homem
verso livre
verso mais lindo desse poeama de amor
ao tentar lapidá-lo
fez rima com a dor.
E deixou-o truncado.
----------------- Therezinha Lucas Tusi


2 comentários:

  1. Adoro os textos da Prof Therezinha.
    São sensíveis e autênticos.

    ResponderExcluir
  2. Admiro-a por ser uma pessoa fantástica,de bem com a vida,suas poesias são sensíveis,adoro.

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...