segunda-feira, 21 de setembro de 2009

A voz dos Escritores - entrevista Monique Soares

A Casa do Poeta de Santiago (www.casadopoetadesantiago.com.br) lançou, no dia 24 de agosto de 2009, o projeto "A Voz dos Escritores" que visa entrevistar escritores de Santiago e região, difundindo através da internet o seu trabalho e opiniões. Este projeto possui a intenção de lançar no blog do Giovani Pasini, no site e no orkut da Casa do Poeta de Santiago, todas as segundas-feiras, uma matéria sobre os autores locais, contribuindo, assim, com o epíteto "Santiago: Terra dos Poetas".
Se o leitor tiver alguma idéia, sugestões de entrevistados, poderá enviar para os seguintes e-mails:gpasini@ig.com.br e secretaria@casadopoetadesantiago.com.br.


A nossa quinta entrevistada é a jovem MONIQUE CRESTANI SOARES, 16 anos, natural de Santiago, RS. A Monique é estudante do Colégio Medianeira e dedica-se à arte da escrita, principalmente no seu Blog, cujo endereço está na entrevista.

O objetivo da Casa do Poeta de Santiago, no projeto A voz dos Escritores é divulgar quem exerce o excelente hábito de escrever. Os textos da Monique apresentam uma profundidade fora do comum e foram a razão do convite para esta entrevista.

A Casa do Poeta de Santiago fica empolgada com os jovens que são talentosos e apresentam dons de desenvolvimento da literatura santiaguense. Desejamos para a Monique os votos de continuado sucesso e que ela continue no ofício!

Que os leitores deste blog possam aproveitar mais esta entrevista!


1. Qual o endereço eletrônico do seu blog?

www.atwistinme.blogspot.com


2. Apesar de você ser jovem, observamos que publica, no seu blog, textos com grande profundidade de pensamento. De onde surge(iu) essa forma de escrever?

Tenho gosto pelas palavras desde muito criança. Logo que comecei a escrever, recebi grande apoio de um amigo meu, que me deu incentivo a começar um blog. Senti necessidade de mostrar isso à amigos e aos meus pais, que também mantiveram apoio e sempre me acompanharam.


3. Com quantos anos você começou a escrever? O que a levou até o hábito da escrita?

Pelo que me recordo, comecei a escrever contos e pequenas histórias com 10 ou 11 anos de idade. Eu já tinha o hábito da leitura e aos poucos o gosto de ler me levou às palavras, que hoje refletem o meu humor, meu estado psicológico e o meu dia, mesmo que inconscientemente.


4. Qual o texto – extrato – que você mais gostou de escrever? Transcreva-o para nós.

Foi o primeiro texto que fiz, quando voltava para casa e tive uma súbita vontade de escrever.

Seus cabelos negros e ondulados absorviam o frio do fim de tarde Londrino. Sentia suas mãos frias, e ocupava-se em pegar as luvas em sua bolsa. Entrara no mesmo café que freqüentava todos os dias no início da tarde e de lá só saíra quando o céu, outrora cinza, tornava-se mais escuro. O relógio de parede marcava 19 horas, e sabia que precisava ir. Carregava consigo seu casaco longo de lã batida, seu cachecol vermelho e um cappuccino. Protegeu o rosto do vento e continuou caminhando em uma Avenida, sozinha. Sonhou em mais uma vez encontrar aquele que um dia foi o grande amor da sua vida, e ao som de seus passos, compôs um ritmo doce que lhe trazia inúmeras lembranças. Chegou àquela casa escura, pequena e de portões clássicos, acompanhou o sentido das pedras que faziam um caminho até sua entrada, e sentiu o clique da porta. Entrou, olhou para o hall e soltou a chave em uma mesa. Inspirou o ar suave e intenso que havia naquele cubículo e teve segurança de que realmente, ali era seu lugar.”


5. Quais o(s) escritor(es) que você gosta e que tipo de literatura você lê?

Não tenho tanta preferência sobre escritores, gosto muito de literatura estrangeira e admiro bastante o trabalho de Agatha Christie. Também leio Paulo Coelho, Érico Veríssimo e me identifico muito no período barroco.


6. Você já pensou em progredir no hábito e escrever um livro?

Também já recebi bastante apoio quanto a escrever um livro, e acredito que no futuro possa surgir uma oportunidade. Seria um bom meio de passar aos jovens o gosto pela leitura, pelas palavras e para adquirir uma leitura e um vocabulário amplo. Seria uma realização de um dos meus sonhos.


7. Utilize este espaço para falar o que quiser para os leitores da reportagem:

Tenho grandes influências e personalidades nesse contato com blogs e amigos leitores, e gostaria de agradecê-los por jamais desistirem das minhas palavras. Ainda tenho a utopia que exista um melhor futuro pois, bem preparado na educação e na literatura, acredito que há a evolução.


8. Como o leitor pode entrar em contato com você (e-mail, blog, site etc.)?

Meu e-mail é moo_@live.co.uk, o endereço do meu blog é www.atwistinme.blogspot.com

4 comentários:

  1. Realmente, Pasini, a Monique tem um grande potencial, escreve muito bem e grande profundidade, ótima entrevista.

    ResponderExcluir
  2. Gostei da entrevista e acessei o blog da Monique.
    Também acho os textos profundos.
    Continue com esse projeto.
    É interessante ela só ter 16 anos e pensar de forma tão existencialista.
    Muito bom!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela entrevista. A Monique é uma grata revelação. Não conhecia os textos dela. De muito potencial, a moça. Fraterno abraço!

    ResponderExcluir
  4. A Monique além de ser um amor de pessoa é muito inteligente,vai longe.

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...