segunda-feira, 28 de setembro de 2009

A Voz dos Escritores - Entrevista Marcus Vinicius Manzoni da Silva

A Casa do Poeta de Santiago (http://www.casadopoetadesantiago.com.br/) lançou, no dia 24 de agosto de 2009, o projeto "A Voz dos Escritores" que visa entrevistar escritores de Santiago e região, difundindo através da internet o seu trabalho e opiniões. Este projeto possui a intenção de lançar no blog do Giovani Pasini, no site e no orkut da Casa do Poeta de Santiago, todas as segundas-feiras, uma matéria sobre os autores locais, contribuindo, assim, com o epíteto "Santiago: Terra dos Poetas".
Se o leitor tiver alguma idéia, sugestões de entrevistados, poderá enviar para os seguintes e-mails:gpasini@ig.com.br e secretaria@casadopoetadesantiago.com.br.

O nosso sexto entrevistado é o escritor e músico MARCUS VINÍCIUS MANZONI DA SILVA, 21 anos, natural de Santiago, RS. O Marcus é vocalista da Banda Anlis e possui um blog (http://garforustico.blogspot.com/) onde publica textos interessantes, boa parte de cunho existencialista, onde observamos vários assuntos, dentre eles a solidão e o amor. As suas obras fazem o leitor "pensar sobre o assunto", sendo que a Casa do Poeta recomenda a leitura.Vamos para outra grande entrevista!



1. Você já possui algum trabalho (livro, textos, músicas, colunas etc.) publicado?

Sim, possuo. Primeiramente, em meu blog os leitores podem encontrar diversos poemas, contos, causos, ensaios e comentários. Possuo 1 cd gravado, e lançado, com a banda Anlis, na qual sou vocalista e guitarrista. Possuo também uma milonga, de minha autoria, em que o cantor Júlio Pereira de Santa Maria regravou. Possuo ainda músicas da minha carreira solo que estão publicadas, e se pode ouvir em: www.palcomp3.com.br/marcusmanzoni.
2. Você é escritor, compositor e cantor. É fato notório que a escrita possui uma grande influência na sua vida, tanto quanto a música. Qual a interferência da música na escrita e vice-versa?
Eu sinto a música na escrita, sempre tento transformar uma frase dita em algo musical ou que soe bem ao ouvido (seja mental ou físico). Para mim, essa é a interferência de uma na outra.


3. Observamos, no seu blog, vários textos relativos ao amor? Você se julga um escritor romântico?

Não me considero um escritor apenas romântico. Porém, uma somatória de tudo o que já existiu no Universo.
4. Por favor, transcreva um pequeno texto seu para nós, contando a história da construção desse texto:
Quem Sou Eu? – “Eu devo ter me deixado em alguma esquina, abandonado-me em algum canto, algum livro; devo ter me perdido em algum acorde de violão, algum beijo, algum poema, alguma viagem; porque eu não sei quem sou. Apesar de tudo, procuro-me e não me encontro.”


Essa pequena observação nasceu após anos em que eu acordava todos os dias com um único pensamento: Quem Sou Eu? Eu passo os dias em busca de mim e nunca me encontro. Ainda ando nesse estado, porém um pouco mais próximo de mim mesmo.
5. Com quantos anos você começou a escrever? Por qual motivo?
Foi com 11 anos que me vi escritor pela primeira vez. Peguei o violão, um caderno, um lápis e uma ideia, assim compus uma melodia e uma letra. Não teve motivo, apenas aconteceu.
6. Qual o seu próximo projeto? Algum livro ou disco que você está trabalhando? Qual será o tema?
Até o final de 2009 tenho 2 projetos para lançar, estão em fase de finalização. Um segundo trabalho da Anlis para o final do ano. E para novembro devo lançar meu primeiro cd solo, músicas só de voz e violão, que terá poemas de escritores santiaguenses musicados, na verdade de amigos, como: Juarez Girelli, Alessandro Reiffer, Alan Pires, Anderson Mireski e Ayda Bochi Brum.


Para 2010, mais projetos. Devemos lançar o 1º álbum completo da Anlis, no exterior. Gravadoras do Sri Lanka e da Irlanda se interessam por distribuir o nosso álbum. Também em 2010 pretendo lançar um livro e um 2º trabalho da carreira solo musical, na mesma ocasião. O tema do livro é sobre a indiferença do uso de drogas na atualidade, sobre um casal usuário de cocaína que vive uma história bastante diferente, porém indiferente aos olhos da sociedade. Será minha primeira participação no cenário literário brasileiro. O tema do cd que devo lançar em 2010 não posso falar, porque ainda não comecei a compor para ele.
7. Quais o(s) escritor(es) que você gosta e aconselha aos leitores desta reportagem?

Mario Quintana, Machado de Assis, Caio Fernando Abreu, Eça de Queiroz, Edgar Allan Poe, Johann Wolfgang von Goethe, Gabriel García Márquez, Vitor Ramil, Alessandro Reiffer, Márcio Brasil, Ayda Bochi Brum. Não aconselho nenhum destes, apenas gosto muito das obras destes. Aconselho a leitura que lhes dá prazer e pronto.
8. Utilize este espaço para falar o que quiser para os leitores da reportagem:

Sinto-me lisonjeado pela entrevista, agradeço pela oportunidade e por lembrarem deste aqui que responde.
9. Como o leitor pode entrar em contato com você (e-mail, blog, site etc.)?
E-mail – marcusviniciusmanzoni@gmail.com
MSN – marcusvmanzoni@hotmail.com
Para ouvir músicas da Anlis – www.myspace.com/anlisoficial
Para me ouvir - www.palcomp3.com.br/marcusmanzoni



3 comentários:

  1. Olá, Giovani. Parabéns pelo espaço ao Marcus, que é um músico sensacional e que, verdadeiramente, tem uma alma de artista. Sensível e engajado, o Marcus Vinícius é um irmão e, por isso, tenho a máxima satisfação de ver o ser humano que ele é. Ótima entrevista

    ResponderExcluir
  2. Gostei da entrevista.
    Parabéns para o Marcus.
    Adoro ele...

    ResponderExcluir
  3. Já li o blog do Marcus e achei os textos muito interessantes. Ele é um grande escritor. :)

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...