sábado, 15 de agosto de 2009

Para quê julgar?

Um leitor anônimo escreveu apenas "Para quê julgar?"
na minha última postagem.
===
Confesso que também não gostei muito do que escrevi.
Não gostei muito.
Mas, gostei um pouco.
Não concordo que seja um julgamento,
pois estes necessitam análise e decisão, ou seja, uma escolha.
Foi apenas uma reflexão sobre condutas. Em nenhum momento decidi que deviam mudar suas atitudes...
===
Entretanto, não temos como não julgar.
O ser humano nasce julgando.
Começa com a escolha de que roupa usar na escola,
cabelo curto ou longo(?),
calça de linho ou rasgada(?),
água ou cerveja(?),
ser heterossexual ou homossexual(?),
branco ou preto (?),
esquerda ou direita(?),
tudo isso é um julgamento.
===
Augusto Cury escreveu que na vida tudo são escolhas,
decidimos por tudo,
só não escolhemos a morte.
===
Até no fato da decisão de postar algo
de forma "anônima" é um julgamento, ou seja, uma escolha.
Pena que o leitor não se identificou,
mas respeito o seu julgamento.
===
Contudo,
repito o que eu disse,
nunca fique com raiva dos amargos corações doces,
São inofensivos,
cordeiros em pele de lobos.
Se puder, dê um abraço neles.
===
Caro anônimo,
sinta-se abraçado.

Um comentário:

  1. Acredito que para debatermos melhor o ideal seria nos identificar,existem pessoas que se sentem mais fortes e confortáveis no anonimato,devemos ter dignidade e responder por nossas atitudes sejam elas boas ou não.

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...