sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Os amargos corações doces.


Olhei para o computador,
sentei na cadeira giratória preta,
que fica em frente dessa máquina de fazer internet.
O que escrever?
===
Acho que vou refletir sobre os amargos corações doces.
===
Deixe-me explicar:
Existem pessoas que forçam para serem amargas,
arredias, isoladas e
parecem gostar do fato que todas os humanos tenham ódio ao seu respeito.
Sozinhas, enaltecem a sua solidão, dando ao mundo a culpa por serem únicas.
===
Na frente dos outros criam uma muralha,
barreira instransponível,
um obstáculo para as demonstrações de solidariedade, carinho e afeto.
São rochas frias e escuras.
Símbolos exasperados, defensores do "coração amargo".
===
Ocorre que no aconchego dos seus fortes,
nos esconderijo de seus quartos,
são como crianças indefesas,
de lágrimas incessantes e
de corações escondidos, escondidos, escondidos,
mas doces.
===
Os amargos corações doces...
===
Aqui em Santiago, conheço (pelo menos) duas pessoas assim.
Você irá identificá-las pelas atitudes incoerentes e carentes,
pois precisam da inconstância, para chamar a atenção!
===
Nunca fique com raiva deles.
São crianças em pele de monstros,
fazendo caretas para assustar...
===
Diga, por favor, caro leitor,
Você conhece algum?

2 comentários:

  1. Não senti julgamento no texto,inclusive conheço pessoas assim,nada demais.

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...